Ceará libera aulas do ensino médio, museus e cinemas, exceto para a região Cariri

Secretário da Saúde, Dr. Cabeto, e o governador Camilo Santana no anúncio das novas regras de liberação das atividades nesta sexta-feira — Foto: Reprodução

Ocupação de leitos de UTI e enfermaria reduziu em quatro das cinco regiões do Ceará; no Cariri, situação segue preocupante. Em todo o Ceará, 1.090.947 pessoas já foram vacinadas com a segunda dose.

O governador do Ceará, Camilo Santana, afirmou nesta sexta-feira (11), que o próximo decreto com medidas preventivas para conter o avanço da Covid-19 vai liberar aulas presenciais em todos os anos letivos do ensino médio - com opção híbrida - , além de espaços como museus, bibliotecas e cinemas, com capacidade limitada.

Veja os principais anúncios:

  • Segmentos como templo religiosos e academias vão ter a capacidade de público ampliada;
  • Espaços esportivos, como as Areninhas, vão voltar a abrir;
  • Mantido o toque de recolher das 23h às 5h;
  • Autorizada a abertura de bibliotecas, museus e cinemas;
  • Liberadas aulas em todos os anos letivos do ensino médio;

Os eventos corporativos com público limitado — ou seja, de trabalho e empresariais — foram liberados para voltar a acontecer a partir do próximo dia 14, como anunciado por Camilo na semana passada.

As medidas de flexibilização valem para quatro das cinco macrorregiões do Ceará, mas não para o Cariri, onde a situação da pandemia segue grave.

"Estamos autorizando decisão importante do comitê autorização para que as escolas de ensino médio possam a voltar a funcionar em todas as suas séries", disse o governador.

'Não é hora de baixar a guarda'

Conforme o governador e o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, há queda no número de mortes e de casos da doença em todas as regiões, exceto no Cariri, no sul do estado. "Queda na ocupação de leitos de UTI e enfermaria. "No Cariri, a gente não enxerga a mesma realidade. Houve crescimento no uso de UTIs e de enfermaria", afirmou Cabeto.

"No Cariri houve redução, mas ainda há valores de 45%, quase metade das pessoas que fazem Swab nasal (teste da doença) testam positivo. No Ceará, há uma estabilização em todas as regiões, mas não há uma redução sistemática, o que mostra que nós ainda devemos ser prudentes em relação ao controle social, medidas de isolamento, uso de máscara", disse o secretário da Saúde.

O secretário afirmou que, apesar da redução, a população deve manter as medidas de prevenção. "Não é hora de baixar a guarda. Houve aumento na Bahia, houve aumento em São Paulo, então é hora de se descuidar", acrescentou.

Outras informações divulgadas pelo governador Camilo Santana:

Evolução da pandemia: houve queda no número de casos e mortes pela Covid, "mas continua uma preocupação muito grande com a região Cariri".

  • Avanço da vacinação: 1.090.947pessoas vacinadas com a segunda dose;
  • Sputnik V: "Já estamos trabalhando, vamos ter uma reunião com o fundo russo. Será mais uma vacina para acelerar o processo de imunização dos cearenses", disse o governador;
  • Cestas básicas: mais de 45 mil cestas entregues;
  • Financiamento para micro-empresas: mais de 40 mil cadastrados para receber o valor;

Pessoas já vacinadas em Fortaleza com a 1ª dose

  • Trabalhadores da saúde: 114.261
  • Idosos acima de 75 anos: 102.934
  • Idosos de 60 a 74 anos: 245.249
  • Forças de segurança, salvamento, forças armadas e funcionários do sistema de privação de liberdade: 17.033
  • Comorbidades, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência grave: 44.423
  • Pessoas em situação de rua: 745
  • Trabalhadores da educação: 50.784
  • Trabalhadores do transporte aéreo: 1.133
  • Trabalhadores portuários: 1.293
  • População em geral: 55.090

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !