Lavras da Mangabeira recebe chuva de 120 mm, e Rio Salgado tem cheia; vídeo

0
Açudes recebem grande volume de água após chuvas em Lavras da Mangabeira — Foto: Arquivo pessoal

Rio Salgado é o principal afluente do Rio Jaguaribe. As águas que caem na Região do Cariri também contribuem para a recarga do Açude Castanhão.

O município de Lavras das Mangabeiras, na Região Centro-Sul do Ceará, recebeu chuvas de 120 milímetros de chuva entre 7h de quinta-feira (3) e 7h de sexta-feira (4). Com as precipitações, o Rio Salgado que passa pela cidade, registrou cheia. O Rio Salgado é o principal afluente do Rio Jaguaribe. As águas que caem na Região do Cariri também contribuem para a recarga do Açude Castanhão, principal responsável por abastecer a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

https://f5cariri.tumblr.com/post/677818189404569600/lavras-da-mangabeira-recebe-chuva-de-120-mm-e-rio
https://f5cariri.tumblr.com/post/677818313477390336/lavras-da-mangabeira-recebe-chuva-de-120-mm-e-rio
https://f5cariri.tumblr.com/post/677818233008619520/lavras-da-mangabeira-recebe-chuva-de-120-mm-e-rio
https://f5cariri.tumblr.com/post/677818386204540928/lavras-da-mangabeira-recebe-chuva-de-120-mm-e-rio

O Rio Salgado nasce na Chapada do Araripe, em Crato, no interior do Ceará, com o nome de Rio da Batateira. Sua bacia hidrográfica está espalhada pelas cidades de Icó, Cedro, Umari, Baixio, Ipaumirim, Várzea Alegre, Lavras da Mangabeira, Granjeiro, Aurora, Caririaçu, Barro, Juazeiro do Norte, Crato, Missão Velha, Barbalha, Jardim, Penaforte, Milagres, Abaiara, Mauriti, Brejo Santo, Porteiras e Jati.

Além de Lavras da Mangabeira, choveu em 68 municípios cearenses, segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Outros dois municípios registraram chuvas acima de 100 milímetros. Todos localizados na Região do Cariri. Granjeiro (107 milímetros) e Várzea Alegre (106 milímetros).

Previsão para o fim de semana

Sobre as chuvas, a Funceme afirma haver nuvens associadas à chuva no Ceará. A previsão do tempo para o estado até domingo é que as chuvas ocorram em todas as macrorregiões com intensidade variando de fraca a moderada (ocasionalmente forte no Sul), porém de forma isolada e passageira, com exceção do centro-sul, onde as chuvas podem ocorrer em uma área maior.

Para o restante da sexta, as chuvas na Ibiapaba e no sul do estado tendem a ocorrer principalmente no período da noite e nas demais áreas com previsão de chuva, ao longo da manhã e da tarde. No sábado, as chuvas no litoral de Fortaleza e no sul do estado, tendem a ocorrer no período da madrugada e manhã e no período da tarde e noite nas demais áreas.

No domingo, deve haver céu variando de nublado a parcialmente nublado em todas as macrorregiões chuva no Cariri e no sul do Sertão Central e Inhamuns. Nas demais macrorregiões, há alta possibilidade de chuva.

De modo geral, as chuvas previstas são em virtudes de áreas de instabilidades que se formam em razão de efeitos locais como temperatura, disponibilidade de umidade e relevo bem como da atuação da brisa marítima e terrestre.

Açudes

O açude Castanhão, maior reservatório do Ceará, sofre as consequências da estiagem prolongada. Localizado no município de Jaguaribara, a 260 quilômetros de Fortaleza, o reservatório se encontra com apenas 8,36% de sua capacidade, de acordo com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Ainda segundo a Cogerh, o Orós está com 22,42% e o Banabuiú com 8,08%. Além disso, 71 açudes estão com volume inferior a 30%. Cinco açudes com volume acima de 90% e apenas um açude sangrando.




Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !