Um dos suspeitos de matar escrivão da Polícia Civil dentro de casa é preso em Caucaia, na Grande Fortaleza

0
Edson Silva Macedo, de 41 anos, foi morto dentro de uma casa de sua propriedade. — Foto: Reprodução

Michel da Costa, também conhecido por “Maikin”, de 18 anos, foi capturado em casa, na mesma região onde o crime ocorreu. Outros suspeitos já foram identificados e estão sendo procurados.

Um dos suspeitos de matar o escrivão da Polícia Civil Edson da Silva Macedo, de 41 anos, assassinado dentro do próprio imóvel, foi preso neste domingo (9), um dia após o crime no Bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Edson foi encontrado sem vida no sábado (8), em uma casa que ele usava para alugar. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), apurações iniciais indicam que o escrivão foi ao imóvel após receber informações que um grupo de suspeitos estava na casa desabitada. Ele trocou tiros com os criminosos e foi atingido.

Um dos suspeitos do crime, Michel da Costa, também conhecido por “Maikin”, de 18 anos, foi capturado em casa, na mesma região onde o crime ocorreu.

Conforme a Polícia Civil, o homem é um dos envolvidos que estava dentro do imóvel. Ele não resistiu a prisão e foi levado à sede da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi autuado em flagrante por homicídio.

A polícia continua as investigações para identificar os outros envolvidos na morte do agente, que já foram identificados.

Sepultamento

Homicídio foi registrado dentro de uma residência no município de Caucaia, na Grande Fortaleza. — Foto: Darley Melo/SVM

Edson Macedo foi sepultado no Cemitério Parque da Paz na tarde deste domingo (9). Colegas fizeram um cortejo em carros da polícia até o cemitério.

Segundo o comandante da área de policiamento do município, o corpo da vítima foi encontrado na sala, e os disparos atingiram a nuca do policial. Os agentes que atenderam a ocorrência acreditam que a vítima entrou na casa, e os suspeitos vieram pelos fundos da residência, atirando nele. Após o crime, os executores fugiram e estão sendo procurados.

Conforme a Polícia Civil, várias equipes policiais realizam buscas e levantamentos para o total esclarecimento da morte do escrivão. Em nota, a corporação lamentou a morte de Edson, que ingressou na corporação em 2018 e era lotado no 20º Distrito Policial, em Maracanaú.

"A Polícia Civil reconhece os relevantes serviços prestados à sociedade cearense pelo policial civil e lamenta a partida precoce do policial que tanto contribuiu no combate a criminalidade no Ceará", diz um trecho da nota de pesar.

As investigações do caso são conduzidas pela 11ª Delegacia do DHP), unidade responsável por apurar crimes contra profissionais de segurança.

Por g1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

image host

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top