Morto a tiros em Juazeiro jovem que tinha matado outro na porta de um bar

Eduardo quando foi preso em Assaré após tentar matar garçom (Foto: Arquivo)

O crime foi praticado por dois homens que fugiram em uma moto.

Um homicídio à bala foi registrado na noite deste sábado em Juazeiro do Norte. Por volta das 23h30min o presidiário que usava tornozeleira eletrônica Eduardo Cordeiro de Lima, de 30 anos, foi morto a tiros perto de sua casa na Rua Samuel Barbosa no bairro Antonio Vieira. O crime foi praticado por dois homens que fugiram numa moto e Eduardo respondia por crimes de porte de arma de fogo, lesão corporal, homicídio, roubo e já tinha sido vítima de vários atentados à bala.

No dia 17 de janeiro de 2010, na Rua José Caetano (Antonio Vieira), o mesmo matou Gilson Mendes dos Santos, de 31 anos, que trabalhava como lixador numa fábrica. A vítima descia de sua motocicleta em frente a um bar, no cruzamento daquela rua com a Francisco Chagas Calou, quando foi alvejado com cinco tiros e tombou sem vida na porta do estabelecimento.

Na noite do dia 1º de outubro de 2011, no cruzamento das ruas Vicência Maria de Oliveira e Moacir Gondim Lóssio (Antônio Vieira), Eduardo residia na Rua Maria Vicência e foi lesionado com um tiro no abdômen. O autor terminou identificado apenas por “Anderson” que morava na Rua da Imprensa no mesmo bairro. Eduardo escapou após cirurgia no Hospital Regional do Cariri.

Já no dia 11 de abril de 2012 tentou matar Cícero Andruilles da Silva Mendes, o “Dudu”, de 14 anos, filho de Gilson que o mesmo tinha matado em janeiro de 2010. Na verdade, houve troca de tiros quando o menor escapou ileso e Eduardo saiu baleado na perna, enquanto o seu irmão Edilanio Cordeiro terminou preso perto do local do crime na Avenida Paulo Maia.

Em junho de 2013 Eduardo foi novamente vítima de tentativa de homicídio o que voltou a acontecer em março de 2016. Já no dia 20 de janeiro de 2020 ele e Antônio Gladson Andrade Alves tentaram matar um garçom em Assaré. O crime aconteceu no Quiosque Big Lanches no centro da cidade tendo com vítima Francisco Romário Monteiro. Gladson terminou preso em flagrante numa festa dançante no Clube Vitória (Bairro Casas Populares) em Assaré e Eduardo fugiu.

Este foi o terceiro homicídio do mês de novembro em Juazeiro e o 83º do ano no município ou 60,5% em relação aos 137 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. Os outros dois deste mês tinham ocorrido quinta-feira quando Jeferson Francisco Honorato dos Santos, de 27, foi executado a tiros em frente ao CRAS do João Cabral e Antonio Klleyton Domingos Silva, da mesma idade, na Travessa Dr. Francisco Monteiro no bairro Triângulo.

Reportagem de Demontier Tenório/Agenciar Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !