Novo Centro Socioeducativo em Juazeiro do Norte deve iniciar atividades na próxima semana

O equipamento foi inaugurado na última sexta-feira, 15(foto: Divulgação/Seas)

O equipamento tem capacidade para receber até 90 jovens. Residentes de toda a região do Cariri poderão ser atendidos

Com a proposta de fazer uma ressocialização mais humanizada aos jovens infratores, o Centro Socioeducativo Padre Cícero foi inaugurado no município de Juazeiro do Norte na última sexta-feira, 15. O equipamento tem a capacidade de receber até 90 jovens e atenderá residentes de toda a região do Cariri. Em entrevista ao jornalista Farias Júnior, da rádio CBN Cariri, o superintendente do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas), Roberto Bassan, afirmou que o novo Centro deve iniciar as atividades na próxima semana.

No Ceará, atualmente, há 18 Centros Socioeducativos, três deles estão localizados na região do Cariri. São centros de semiliberdade, de internação provisória, que é o período em que o jovem é apreendido e vai ser julgado, e um centro socioeducativo de internação definitiva, que é um equipamento especializado nesse tipo de atendimento.

O superintendente afirma ainda que o novo equipamento tem atividade diferenciada.“Sem dúvida será uma referência nacional porque o projeto arquitetônico dele é um diferencial no atendimento, que propicia ações de qualificação profissional e escolarização com bastante eficácia”, destaca. Há apenas três unidades no Estado que seguem esse modelo “inovador”, segundo ele.

Durante o período mais crítico da pandemia de Covid-19, muitos adolescentes infratores foram liberados devido à superlotação nos centros socioeducativos no Ceará. O superintendente explica que essa ação não representa um risco para a sociedade pois esses jovens estavam em término de medida socioeducativa ou tinham atos infracionais mais leves.

“Hoje há vagas nos centros, e não há nenhum jovem em liberação. Todos que estão apreendidos estão sendo encaminhados e na região do Cariri, com essas novas vagas, todos vão passar pelo processo de responsabilização e de ressocialização nesse contexto”, afirma.

Bassan afirma que um processo seletivo está sendo realizado pela Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece) para profissionais interessados em atuar como assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e socioeducadores. “Há todo um processo de formação e capacitação das equipes que atuam nesses centros. É uma oportunidade de trabalho tanto para a região quanto para o restante do Estado. É muito importante a participação da comunidade para atuar neste Centro Socioeducativo e fortalecer essa política pública”, finaliza.

Serviço

Seleção Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas)

Autor Isabela Queiroz/O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !