Mulher é estrangulada no Cariri pelo esposo que fugiu em Mauriti

Ana Charlone foi morta por estrangulamento em Mauriti (Foto: Reprodução/Redes sociais)

A vítima foi encontrada com marcas de estrangulamento dentro de sua casa. Foi a oitava mulher assassinada este ano na região do Cariri, sendo a primeira em Mauriti.

Três dias depois e um novo assassinato foi registrado em Mauriti, sendo agora um caso de feminicídio. Por volta das 09h30min a polícia foi acionada por conta do achado de uma mulher com marcas de estrangulamento dentro de sua casa na Rua Glicério Leite (Bairro Serrinha) em Mauriti. Uma ambulância do SAMU ainda esteve no local, mas os profissionais de saúde apenas constataram o óbito de Ana Charlone de Lima Oliveira, de 30 anos.

O principal suspeito do crime é o seu marido Francisco Alexandre do Nascimento, de 31 anos, que está foragido. Viaturas da PM de Mauriti e cidades vizinhas estão diligenciando à procura do mesmo. Ana Charlone chegou a separar de Francisco e, no ano de 2016, deu entrada com a dissolução do casamento perante a Comarca de Mauriti. Entretanto, cerca de um ano depois, houve a reconciliação do casal e a mesma pediu a extinção do processo.

Foi a oitava mulher assassinada este ano na região do Cariri, sendo a primeira em Mauriti. A última mulher assassinada naquele município foi Roberta Oliveira Barbosa, de 28 anos, no dia 27 de junho do ano passado. Ela morava na Rua Maria Erimita Sampaio no centro da cidade e foi morta a facadas ao reagir a uma tentativa de estupro. O autor foi o gari João Soares Chagas, de 52 anos, que tinha um relacionamento com a mãe dela e foi preso pouco tempo depois.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !