Estudante de medicina veterinária cria equipamento com cano de PVC para cadela atropelada em Juazeiro do Norte

Foto: Reprodução

O equipamento criado pelo estudante universitário imobiliza o local da fratura e não permite que ela piore.

Um estudante de medicina veterinária criou um equipamento para uma cadela que foi atropelada na última sexta-feira (14) em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. A órtese, que só existe para o tratamento de pessoas, imobiliza o local da fratura e não permite que ela piore.

A cadela Amora foi atropelada na Avenida Ailton Gomes, em Juazeiro, e logo após o atropelamento foi levada para receber atendimento no Centro de Controle de Zoonoses Dr. Mauro Sampaio, onde foi constatada uma fratura no fêmur esquerdo. Foi então que o universitário Ednaldo Pereira da Silva resolveu criar o equipamento, feito com cano de PVC e parafusos.

"Eu trabalho aqui no Centro de Zoonoses e a nossa Amora chegou com uma fratura no fêmur esquerdo e foi avaliada pelas médicas veterinárias e nossa médica Liliane pediu uma ideia que viesse ajudar a Amora. Eu disse que podia fazer uma adaptação com PVC e fui em casa e criei. Foi feito no improviso, sem medida nenhuma, só no olho mesmo. Trouxe para o Centro de Zoonoses e ela está se recuperando", conta o universitário.

A cadela Amora está sob os cuidados de Ednaldo, e é necessária uma ajuda financeira para ser submetida a uma cirurgia para corrigir a fratura. O Centro de Zoonoses não trabalha com cirurgias e a cadela precisa de atendimento particular.

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !