Idoso que desapareceu após achar que estava com Covid-19 é encontrado em Crato na Região do Cariri

Legenda: Segundo os familiares, antes de desaparecer ele disse que "não queria matar ninguém" - Foto: divulgação

O homem de 61 anos sumiu após receber a orientação de se manter em isolamento

Um idoso de 61 anos foi encontrado, nesta sexta-feira (21), após passar nove dias desaparecido no município de Crato. Raimundo Oliveira sumiu no dia 12 após receber a orientação de se manter em isolamento por estar com suspeita de Covid-19.  

Ele foi encontrado pela manhã um pouco debilitado, mas consciente, por uma equipe do Corpo de Bombeiros, próximo a um rio da cidade. O idoso foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhando para uma unidade de saúde. Não há informações sobre o estado atual dele.  

Os bombeiros realizavam buscas por Raimundo Oliveira desde o dia do desaparecimento. Helicópteros e cães farejadores foram usados na ação, mas, segundo o capitão Humberto Júnior, o idoso se escondia quando percebia a presença dos bombeiros.   

"Ele disse que via o helicóptero, via o cão, as pessoas chamando ele, mas se escondia. A sorte foi que um rapaz viu ele sentado de longe em uma pedra, não o alarmou e ligou para mim, dizendo que tinha visto alguém parecido com ele [idoso]", relatou o bombeiro à reportagem.

Raimundo Oliveira sobreviveu bebendo água do rio e se alimentando com coco babaçu, que é um fruto comum na área onde estava escondido.  

Legenda: O idoso foi encontrado com os pés inchados, mas consciente. Ele foi encaminhado a uma unidade de saúde - Foto: divulgação

Segundo os relatos dos familiares, dias antes de desaparecer, o idoso teve contato com uma pessoa que testou positivo para o novo coronavírus e teve que realizar um exame para detecção do vírus. Na unidade de saúde do município, Raimundo Oliveira foi orientado a se isolar até receber o resultado.   

No entanto, ao invés de ficar em casa, enquanto aguardava o diagnóstico, o idoso — que mora sozinho, mas próximo aos familiares — saiu da residência afirmando que "não queria matar ninguém" e desapareceu.  

Nesta semana, o resultado do teste indicou que Raimundo Oliveira não foi infectado pelo coronavírus.  

"Quando dei a notícia de que ele não estava com Covid, ele sorriu e disse: 'que besteira que eu fiz", contou o capitão Humberto Júnior.

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !