Quase três mil suspeitos de crimes são capturados no Ceará em março de 2021

O Ceará capturou 2.936 suspeitos (entre adolescentes e adultos) em março de 2021. — Foto: SSPDS/Reprodução

As capturas se dividem entre flagrantes e cumprimentos de mandados de prisão.

No último mês de março, as forças de segurança capturaram no Ceará 2.936 suspeitos (entre adolescentes e adultos), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS). O balanço é feito com base nos dados fornecidos e consolidados mensalmente pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp).

As capturas se dividem entre cumprimento de mandados e flagrantes. O último mês apresentou um aumento de 4,6% em relação a fevereiro, que fechou com 2.808 prisões e apreensões.

Em março, aconteceram 358 prisões e autos de apreensão por mandado e 2.578 por flagrante. Das 2.936 capturas, 14,45% tiveram armas apreendidas e 23,19% tiveram drogas apreendidas. Em média, cerca de cem pessoas foram levadas a delegacias da Polícia Civil, todos os dias, para serem autuadas em flagrante ou para que tivessem os mandados judiciais cumpridos.

A SSPDS informa que o trabalho de consolidação dos dados das capturas realizadas pelas Polícia Civil e Militar é feito em conjunto com a Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS.

O número total de capturados nos três primeiros meses de 2021 chega a 8.268. “Esse é mais um excelente resultado da segurança pública do Ceará. Já estamos com uma intensificação muito grande nas nossas ações desde janeiro de 2021. Isso é resultado de um trabalho operacional de parte das Polícias Militar e Civil e do emprego da inteligência, com o uso cada vez maior da tecnologia e da estatística para o direcionamento das atividades policiais”, destacou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron.

A SSPDS encara o número como resultado que consolida o planejamento estratégico da pasta, que tem como objetivo promover uma maior sensação de segurança e tranquilidade à população cearense.

Balanço de outros crimes

  • As apreensões de armas de fogo chegaram a 1.486 registros apenas no primeiro trimestre de 2021, marca superior em 22,3% referente ao mesmo período do ano de 2020.
  • Também foi apresentada a diminuição de 25,7% nos Crimes Violentos Letais Intensionais (CVLI), no Ceará, se comparados os três primeiros meses de 2021 e 2020.
  • As apreensões de drogas tiveram um acréscimo de 109%, passando de 472 quilos para 987 quilos no trimestre.

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !