Right

items



Kirim

Homem foi morto a tiros dentro de casa em Lavras da Mangabeira

A vítima não tinha passagens pela polícia e apenas aparecia em procedimentos na condição de testemunha de um crime de ameaça e outro de injúria. Corpo foi recolhido pelo rabecão e necropsiado na manhã de hoje na Pefoce de Juazeiro (Arquivo/F5 Cariri)
Exatamente três meses após um novo homicídio foi registrado em Lavras da Mangabeira se constituindo no segundo de 2020 ou a mesma quantidade de assassinatos na comparação com o ano passado. Por volta das 20 horas desta terça-feira Luiz Furtado de Macêdo, de 59 anos, foi morto a tiros dentro de sua casa na Rua Henrique Aquino de Almeida (Bairro Vila Bancária) daquele município.

Militares do Policiamento Ostensivo Geral (POG) e do RAIO estiveram no local, mas não conseguiram informações sobre a autoria delitiva. Já os profissionais de saúde do SAMU apenas constataram o óbito de Luiz Furtado. Ele não tinha passagens pela polícia e apenas aparecia em procedimentos na condição de testemunha de um crime de ameaça, em 2017, e outro de injúria protocolado em janeiro de 2018 na Comarca de Lavras da Mangabeira.

O outro homicídio deste ano tinha acontecido na noite do dia 14 de janeiro quando Nayara Kelly do Nascimento Lima, de 18 anos, que residiu no bairro Prado em Cedro e morava com o avô em Lavras da Mangabeira, foi morta a tiros por dois homens numa moto quando bebia com uma amiga no Parque do Povo. Ela era usuária de drogas e, momentos antes, tinha sido agredida pelo namorado Wesley Davidson Pereira, de 19 anos, o “Buiu”. Além disso era ameaçada de morte por conta de dívidas como drogas.


Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

0/Post a Comment/Comments

Nos Stories

Cabeçalho dentro post 01

Cabeçalho dentro post 02