Tesouro no bolso: nota rara de R$ 5 pode valer até R$ 2 mil

0
Foto: Divulgação

Os colecionadores de moedas estão sempre em busca da nota mais rara possível. E a boa notícia é que tem R$ 5 valendo até R$ 2 mil.

Cédulas com erro de impressão passam a ter um grande valor para os colecionadores, justamente pela raridade das notas. Já pensou encontrar uma nota de R$ 5 e lucrar até R$ 2 mil por ela? Isso é uma realidade. Então é bom saber identificar uma nota rara.

Os colecionadores de cédulas fazem encontros pelo mundo todo. É a busca sem fim por raridades em forma de dinheiro. Normalmente as notas mais antigas são as de maior valor.

Nota rara

Em alguns casos, até as cédulas mais novas também podem ser valorizadas pelos colecionadores. O motivo é um erro de impressão que deixa a nota rara, já que existem poucas em circulação.

E você pode ter uma cédula dessa em casa. Nos anos 90, as notas com algum defeito eram descartadas pela Casa da Moeda. As notas impressas para reposição das cédulas com erro ganhavam um asterisco na frente do número de série.

É esse o sinal valioso. No ano de 1994 foram impressas mais de 400 mil notas de R$ 5 e R$ 10. E o símbolo fez da nota um tipo raro aos olhos dos colecionadores.

Por isso tem quem pague até R$ 2 mil por uma cédula com erro de impressão. Além dos erros, os colecionadores também valorizam as notas importadas. São aquelas com a letra “B” ao final do número de série.

Além disso, até a nota de R$ 1 está valendo muito. Ela saiu de circulação desde 2005. Alguns exemplares chegam a ser vendidos por até R$ 200. Mas é claro que os colecionadores levam alguns pontos em conta.

Por exemplo, a preservação da cédula. Se você encontrar uma nota rara por aí, vale a pena conferir se ela tem mais valor no mercado.



Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !