Jovem de 21 anos é morto a tiro durante assalto em Juazeiro do Norte e mulher encontrada morta em Caririaçu

0
José Laércio Deodato da Silva, de 21 anos morreu após  ser baleado durante um assalto em Juazeiro do Norte. Reprodução/ Redes sociais

Um crime latrocínio (roubo seguido de morte) e um achado de cadáver foram registrados nesta sexta-feira (29), pela Polícia do cariri. Em Juazeiro do Norte, José Laércio Deodato da Silva, de 21 anos que residia do Sítio Bom Sucesso, na cidade de Caririaçu foi morto por volta das 19 horas com um disparo de arma de fogo que pegou nos braços e transfixou atingido o coração. O crime aconteceu no Sítio Carneiros, próximo ao açude.

De acordo com informações da Polícia Militar, o jovem assassinado seguia numa motocicleta Yamaha Factor de cor preta, placa OCR-3096 na companhia de um amigo de 23 anos residente na zona rural do Crato, quando foram seguidos por dois indivíduos, com características físicas, sendo um gordo e o outro com fisionomia magra ambos trafegando em uma moto de cor vermelha com farol azul, que tentaram assaltá-los. Segundo a PM, a testemunha afirmou que José Laércio ao tentar reagir, acabou baleado morrendo no local enquanto os acusados fugiam em direção ao Sítio Umburanas.

Uma patrulha da Força Tática Alfa da 1ªCia/2ºBPM de Juazeiro do Norte igualmente a uma equipe da Policia Civil e outra da Pericia Forense, estiveram no local do crime adotando os procedimentos de suas competências. Um aparelho celular e a quantia de R$ 440,00 pertencentes ao jovem morto foram entregues ao genitor dele. A motocicleta em que José Laércio  trafegava na companhia da testemunha não foi localizada. Até o fechamento dessa matéria, nenhum dos suspeitos ainda havia sido preso.

Antes em Caririaçu, a dona de casa Josefa Etelvina Vieira, de 55 anos por volta das 16h00min foi encontrada sem vida, no interior da casa onde morava sozinha na Rua José Carvalho, Bairro Bico da Arara. Uma equipe de socorristas do hospital do município compareceu ao local e constatou o óbito. Os profissionais de saúde afirmaram que devido o estado de rigidez cadavérica, provavelmente a morte tinha ocorrido a mais de 24 horas.

Segundo a Polícia Militar, os parentes de Josefa Etelvina disseram que ela era alcoólatra e que a mesma teria sido encontrada na cama deitada sem sinais de violência. A PM acionou o rabecão da perícia forense do cariri para retirar o corpo do local e orientaram os familiares da vitima a fazer um B.O para acionar uma funerária.

Reportagem de Jota Lopes/Agência Cariri Ceará

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !