Preço da gasolina no Ceará recua na última semana do ano e abre 2022 com queda de R$ 0,20

0
Legenda: O Ceará detém o terceiro valor médio mais caro do Nordeste, atrás do Piauí (R$ 6,82) e do Rio Grande do Norte (R$ 6,95) - Foto: Kid Junior

Segundo a ANP, o preço médio do combustível passou de R$ 6,95 entre 5 de dezembro e 11 de dezembro para R$ 6,75 entre 26 de dezembro e 1º de janeiro

Após as intensas elevações ao longo de 2021, a gasolina teve uma arrefecida nos preços no último mês do ano e ficou mais barata na semana entre 26 de dezembro e 1º de janeiro de 2022.

De acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do combustível passou de R$ 6,95 no Ceará entre 5 de dezembro e 11 de dezembro para R$ 6,75 entre 26 de dezembro e 1º de janeiro.

O preço máximo do combustível, que havia atingido o recorde histórico de R$ 7,49, também recuou na última semana do ano para R$ 7,12. O valor foi encontrado em Itapipoca.

Já o preço mínimo encontrado para o litro do combustível foi R$ 5,99, observado em Sobral.

Considerando os preços médios, o Rio de Janeiro detém a gasolina mais cara do País, a R$ 7,20, conforme os valores apurados na última pesquisa da ANP.

O Ceará detém o terceiro valor médio mais caro do Nordeste, atrás do Piauí (R$ 6,82) e do Rio Grande do Norte (R$ 6,95).

Fortaleza

Na Capital cearense, o preço médio da gasolina ficou em R$ 6,74, queda de cerca de R$ 0,10 na comparação com a semana imediatamente anterior e recuo de R$ 0,22 em relação ao início de dezembro.

O valor mínimo encontrado foi R$ 6,39, também abaixo da semana anterior (R$ 6,65) e em relação ao início de dezembro (R$ 6,67). O preço máximo encontrado para o litro do combustível se manteve em R$ 6,99.

Veja o ranking (preço médio) dos estados:

  • Rio de Janeiro: R$ 7,20
  • Acre: R$ 6,99
  • Rio Grande do Norte: R$ 6,95
  • Minas Gerais: R$ 6,89
  • Tocantins: R$ 6,88
  • Rio Grande do Sul: R$ 6,86
  • Goiás: R$ 6,83
  • Piauí: R$ 6,82
  • Ceará: R$ 6,75
  • Pará: R$ 6,73
  • Rondônia: R$ 6,69
  • Espírito Santo: R$ 6,68
  • Bahia: R$ 6,68
  • Amazonas: R$ 6,60
  • Sergipe: R$ 6,59
  • Pernambuco: R$ 6,59
  • Distrito Federal: R$ 6,58
  • Alagoas: R$ 6,55
  • Mato Grosso: R$ 6,52
  • Paraíba: R$ 6,49
  • Santa Catarina: R$ 6,47
  • Maranhão: R$ 6,41
  • Mato Grosso do Sul: R$ 6,41
  • Roraima: R$ 6,40
  • Paraná: R$ 6,32
  • São Paulo: R$ 6,31
  • Amapá: R$ 5,90

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top