Associação alerta sobre casos de hanseníase na região do Cariri

0
No Ceará, 1087 pessoas foram diagnosticadas com hanseníase e 52 dessas pessoas foram diagnosticadas no município de Juazeiro do Norte (foto: Reprodução/Opovo)

Por conta da pandemia de Covid-19, atividades externas que marcam a campanha do janeiro roxo foram restritas

No Ceará, 1087 pessoas foram diagnosticadas com hanseníase durante o ano de 2021. Dessas, 52 pessoas foram diagnosticadas no município de Juazeiro do Norte, na região do Cariri. A informação é da educadora social da Associação Caririense de Luta Contra a Aids, Ana Pereira.

Em entrevista à radialista Nildenia Damasceno da rádio CBN Cariri, a educadora informou que estão sendo realizadas panfletagens, rodas de conversa e lives nas redes sociais para conscientizar a população sobre os riscos e os sintomas da hanseníase. “A gente explica os sintomas porque quer incentivar a população a procurar o tratamento precoce”, afirmou.

“Queremos levar até a população a importância da percepção dos sintomas da hanseníase, pois uma vez detectado os sinais da doença, como manchas brancas, avermelhadas, acastanhadas ou amarronzadas sobre a pele, alteração de sensibilidade térmica, algumas áreas do corpo com a diminuição de pelos, sensação de formigamento principalmente nas mãos ou nos pés e fraqueza muscular, mais cedo será possível um diagnóstico”, continua Ana Pereira.

A educadora social conta também quais tipos de assistência os pacientes com hanseníase recebem na associação: “Eles passam por uma triagem prévia, em seguida vão para um encaminhamento da área de dermatologia para que o paciente faça o diagnóstico precoce e assim dê início ao tratamento para evitar futuras incapacidades motoras que a hanseníase pode trazer”. Para mais informações, a Ana Pereira indica procurar a Associação em pelo endereço e contatos disponíveis a seguir.

Serviço

  • Associação Caririense de Luta Contra a Aids
  • Endereço: Rua do Cruzeiro, 1623, bairro São Miguel - Juazeiro do Norte
  • Funcionamento das 14h30min às 19 horas
  • Contatos: (85) 2131 3118 ou (85) 98448 444 (WhatsApp)

Autor Leticia Borges/O Povo Online

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !