Governadores rebatem Bolsonaro em carta com 'verdades' sobre preço dos combustíveis

Legenda: Gasolina tem apresentado altas constantes com nova política da Petrobras  - Foto: Reinaldo Jorge

Ao todo, representantes de 19 estados e do Distrito Federal assinaram o documento

Governadores de 19 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, divulgaram carta no último domingo (19) rebatendo hipótese de que as altas recentes no preço da gasolina foram causadas por aumento de impostos estaduais. 

A elevação dos preços dos combustíveis ficou mais frequente com a política da Petrobras para fazer reajustes nos valores com base nas oscilações do valor do barril de petróleo no mercado internacional.

Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os apoiadores do governo começaram a declarar que a alta estaria relacionada diretamente à administração de cada estado.

ICMS

Na carta, gestores estaduais declaram haver uma prova simples de que Bolsonaro tem tentado inverter as narrativas. O documento aponta que o ICMS que incide sobre combustíveis não teve aumento em nenhum estado nos últimos 12 meses. Enquanto isso, o preço cobrado à população aumentou 40% neste mesmo período.

"Essa é a maior prova de que se trata de um problema nacional, e, não somente, de uma unidade federativa. Falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema", comunica a carta.

Entre os governadores, pelo menos três são aliados de Jair Bolsonaro: Cláudio Castro (RJ), Ibaneis Rocha (DF) e Romeu Zema (MG). Ao todo, sete não assinaram a carta.

LEIA ABAIXO:

Nota dos governadores sobre o preço dos combustíveis

Os governadores dos entes federados brasileiros signatários vêm a público esclarecer que, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis ao longo desse período. Essa é a maior prova de que se trata de um problema nacional, e, não somente, de uma unidade federativa. Falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema. 

  • Brasília, 19 de setembro de 2021.

Assinam esta nota:

RUI COSTA, Governador do Estado da Bahia

CLÁUDIO CASTRO, Governador do Estado do Rio de Janeiro

FLÁVIO DINO, Governador do Estado do Maranhão

HELDER BARBALHO, Governador do Estado do Pará

PAULO CÂMARA, Governador do Estado de Pernambuco

JOÃO DORIA, Governador do Estado de São Paulo

ROMEU ZEMA, Governador do Estado de Minas Gerais

RONALDO CAIADO, Governador do Estado de Goiás

MAURO MENDES, Governador do Estado de Mato Grosso

EDUARDO LEITE, Governador do Estado do Rio Grande do Sul

CAMILO SANTANA, Governador do Estado do Ceará 

JOÃO AZEVÊDO, Governador do Estado da Paraíba

RENATO CASAGRANDE, Governador do Estado do Espírito Santo

WELLINGTON DIAS, Governador do Estado do Piauí

FÁTIMA BEZERRA, Governadora do Estado do Rio Grande do Norte

RENAN FILHO, Governador do Estado de Alagoas

BELIVALDO CHAGAS, Governador do Estado de Sergipe

REINALDO AZAMBUJA, Governador do Estado de Mato Grosso do Sul

IBANEIS ROCHA, Governador do Distrito Federal

WALDEZ GÓES, Governador do Estado do Amapá

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !