Right

items



Kirim

Uso medicinal de maconha é aprovado pelo Conselho Estadual de Saúde do Ceará

Uso medicinal de cannabis é aprovado pelo Conselho de Estadual de Saúde do Ceará.  - Foto: Arquivo pessoal de paciente que cultiva Cannabis medicinal

O projeto vai, agora, para a avaliação do Executivo. O objetivo é criar uma política pública de cannabis medicinal no estado.

Um projeto de lei que sugere o uso medicinal de maconha foi aprovado, nesta terça-feira (14), pelo Conselho de Estadual de Saúde do Ceará (Cesau). A entidade realizou uma reunião ordinária com representantes do movimento canábico no estado.

"Aprovamos uma resolução onde vai ser possível a criação de uma política estadual de saúde com a utilização da cannabis. Esse projeto, caso criado, é de extrema relevância para a saúde do estado, porque vai permitir a distribuição à base de cannabis para o SUS, a pesquisa e a capacitação de profissionais", explicou Hugo Victor, conselheiro estadual de saúde do Ceará.

O advogado criminalista Italo Coelho, militante do movimento antiproibicionista no estado, explicou que o projeto de lei foi criado pelos movimentos sociais, associação de pacientes e outras organizações.

“É uma vitória importante, é, inclusive, um dia histórico para nós dos movimentos ligados à cannabis medicinal aqui no Ceará”, declarou o advogado.

"Pautamos o projeto de lei no Ceará para a capacitação dos profissionais de saúde nas terapias canabidiois, como também o incentivo à pesquisa com cannabis. A gente quer que as pessoas possam ter no SUS os produtos de cannabis, e também incentivo às associações", comentou o magistrado.

Com a aprovação do Cesau, o projeto segue para o governo do estado, que vai avaliar se envia, ou não, para a Assembleia Legislativa. Caso enviado, o objetivo é criar uma política pública de cannabis medicinal no Ceará.

"Com esse passo, queremos garantir que várias pessoas que precisam desse medicamento sejam beneficiadas através dessa lei", complementou Hugo Victor.

Por Samuel Pinusa, g1 CE

0/Post a Comment/Comments

Nos Stories

Cabeçalho dentro post 01

Cabeçalho dentro post 02