Right

items



Kirim

Brasileiro é o 1° infectado com varíola dos macacos na Alemanha

Legenda: Os sintomas da doença incluem febre, dores musculares e inchaço dos gânglios linfáticos - Foto: Reprodução/CDC

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já entrou em contato com autoridades de saúde europeias para tratar sobres os possíveis surtos

Um brasileiro de 26 anos é a primeira pessoa na Alemanha a contrair a varíola dos macacos, doença em surto na Europa. A informação foi dada pelo Instituto de Microbiologia da Bundeswehr. 

O jovem teve o diagnóstico nesta quinta-feira (19). As autoridades sanitárias da Europa e da América do Norte têm detectado muitos casos da varíola dos macacos desde março. As informações são do G1.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já entrou em contato com autoridades de saúde europeias para tratar sobres os possíveis surtos.

VARÍOLA DOS MACACOS

Os sintomas da doença incluem febre, dores musculares e inchaço dos gânglios linfáticos, antes de causar uma erupção semelhante à catapora no rosto e no corpo.

A OMS informa que também investiga o fato de muitos dos casos relatados serem de pessoas que se identificam como gays, bissexuais ou homens que fazem sexo com homens. 

"Estamos vendo uma transmissão entre homens que fazem sexo com homens", disse o vice-diretor-geral da OMS, Ibrahima Socé Fall, em entrevista coletiva. "Esta é uma nova informação que precisamos investigar adequadamente para entender melhor a dinâmica da transmissão local no Reino Unido e em outros países".

A agência de segurança sanitária britânica observou que a varíola do macaco não era caracterizada como uma doença sexualmente transmissível e enfatizou que "pode ser transmitida por contato direto durante a relação sexual".

"Qualquer pessoa, independentemente da orientação sexual, pode espalhar a varíola por contato com fluidos corporais, feridas da varíola ou objetos compartilhados (como roupas e roupas de cama) que foram contaminados com fluidos ou feridas de uma pessoa com varíola", informaram os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos em um comunicado na quarta-feira (18). 

Escrito por Diário do Nordeste e AFP/Diário do Nordeste

0/Post a Comment/Comments

Nos Stories

Cabeçalho dentro post 01

Cabeçalho dentro post 02