Professora encontrada morta na sua casa em Várzea Alegre e jovem em Assaré

0
Professora Madalena era muito conhecida em Várzea Alegre e “Tetéu” no município de Assaré (Foto: Reprodução)

Corpos foram encontrados dentro de residências entre esta quarta (20) e quinta (21).

Dois cadáveres foram encontrados dentro de residências de ontem para hoje nos municípios de Várzea Alegre e Assaré. No primeiro município, da professora aposentada Maria Madalena Bitu, de 82 anos, bastante conhecida no município. Ela residia na Rua São Vicente, no centro da cidade e foi encontrada na sua cama pela irmã Marta Bitu nesta quarta-feira. Aparentemente estava bem e até tinha visitado familiares no dia anterior no bairro Sanharol.

A mesma era viúva e, provavelmente, deve ter sofrido um mal súbito. Madalena foi professora na Escola Agrícola de Crato, no Colégio São Raimundo em Várzea Alegre e prestou serviços na Diocese de Crato. O seu esposo, José Vanderlei, faleceu há cinco anos, e foi professor na Escola Agrícola de Nova Floresta (PE) com o qual não teve filhos. O corpo da professora Madalena foi sepultado esta manhã no Cemitério Jardim da Paz em Várzea Alegre.

Já no início da madrugada desta quinta-feira foi encontrado o corpo do jovem Francisco Rafael Teotonho de Alencar, de 31 anos, que era bastante conhecido no município de Assaré pelo apelido de “Teteu”. O mesmo praticou o suicídio por meio de enforcamento no quintal da sua residência na Rua Maria de Jesus Oliveira (Bairro Vila Nildália) em Assaré. Existem informações que, nos últimos dias, apresentava sinais de depressão.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !