Acusado de matar menor com 19 facadas é preso no Juazeiro espancando a esposa

0
“Jam” foi preso nesta terça-feira no bairro Betolandia em Juazeiro (Foto: Reprodução)

Mulher foi agredida com socos, pontapés, puxões de cabelo e ainda ameaça de morte. Ela apresentava várias lesões no rosto em decorrência das agressões sofridas.

Um homem acusado de vários crimes foi preso espancando a sua própria esposa nesta terça-feira na residência do casal na Rua 11 Quadra R do Conjunto Minha Casa Minha Vida (Betolandia) em Juazeiro do Norte. O fato chegou ao conhecimento de Guardas Municipais o GTM (Grupo Tático Motorizado) por volta das 11h30min e uma equipe foi ao local quando prendeu Cícero Jamerson Maurício de Alencar, de 30 anos, apelidado por “Jam”.

Ele estava agredindo sua companheira de 36 anos com socos pontapés, puxões de cabelo e ainda ameaçava de morte. A mesma apresentava várias lesões no rosto em decorrência das agressões sofridas quando “Jam” foi conduzido à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) pelo Inspetor Galdino e os Subinspetores Eldon, Ramon e N. Silva, sendo lavrado o Auto de Prisão em Flagrante por crime contra a Lei Maria da Penha. Ele é natural de Ouricuri (PE) em cuja comarca já responde vários procedimentos.

No dia 4 de janeiro de 2011, naquele município, ele matou o adolescente José Inácio Rodrigues da Silva, de 16 anos, com 19 facadas. Na época, estava bebendo no Bar do Sanção quando saiu com a vítima e um amigo apelidado por “Nildo” até o Parque de Exposição com o objetivo de fumar maconha. De repente resolveu matar o menor desfechando os golpes de faca. Ali responde, também, por contravenção penal e, no ano de 2012, foi levado à delegacia por conduzir veículo sem habilitação.

Já no dia 29 de setembro de 2016 “Jam” voltou a ser preso por manter a ex-mulher num cárcere privado dentro da casa de sua mãe no bairro Santo Antônio em Ouricuri. Ele tentou reatar o relacionamento e Maria Aparecida Lucena Siqueira, de 23 anos, não aceitou quando fechou as portas do imóvel impedindo que saísse com a criança. A jovem conseguiu entrar em contato com a mãe a qual acionou a polícia e houve a necessidade de negociar a liberação da vítima e o filho menor após longo tempo.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria


Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !