Mãe que queimou a filha com colher quente é indiciada por tortura em Goiás

0
Legenda: A menina era agredida constantemente, segundo ela, por estar comendo "muito" - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás

Além da menina, o irmão dela de 12 anos era agredido, e os dois eram deixados sem comida

Uma mulher de 26 anos que batia na filha e chegou a queimá-la com uma colher quente em várias partes do corpo foi indiciada pela Polícia Civil por tortura. O caso ocorreu em Alvorada do Norte (GO). A menina de oito anos ainda informou que era agredida com cipós e fios elétricos.

Conforme o depoimento, a garota disse ser punida pela mãe por estar comendo muito. A mulher está foragida. As informações são do g1. 

O inquérito foi concluído nesta segunda-feira (28). A mulher chegou a assumir as agressões durante as investigações, alegando estar disciplinando os filhos.

O filho de 12 anos dela também era constantemente agredido, segundo a irmã. As crianças estão sob a tutela da avó materna.

A família e testemunhas da região foram ouvidas pela Polícia. 

INVESTIGAÇÃO 

A investigação por tortura começou após a própria mulher acionar o Conselho Tutelar municipal, para que agentes conversassem com o menino de 12 anos, que estaria agindo de forma "rebelde". 

Ao chegarem na residência da família, foram recebidos pela menina de oito anos, que estava machucada. Ela foi levada ao hospital, onde as lesões foram confirmadas. 

O Conselho pediu que a mãe acionasse a assistência social, mas dias depois foram informados que a menina foi torturada novamente. 

Ela era queimada com uma colher quente inclusive no rosto. A mulher ainda deixava a menina e o irmão sem comer. 

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !