Jovem achado com barriga aberta após usar drogas alucinógenas comemorava viagem de estudos

0
Legenda: Em depoimento, dado no hospital, o jovem declarou não se lembrar do que aconteceu naquela noite e confirmou o uso de drogas. - Foto: Reprodução/TV Gazeta

Segundo advogado da vítima, o rapaz que acordou com os órgãos à mostra teria sido atacado e roubado em praia de Guarapari

No último dia 16 de janeiro, um casal de jovens decidiu passar a noite na areia da Praia do Ermitão, em Guarapari, no Espírito Santo. Ali, o rapaz acordou com um corte profundo na barriga e os órgãos à mostra. Segundo o g1, o advogado da vítima, Lécio Machado, apontou que ele comemorava uma viagem de estudos quando sofreu o ataque.

Em entrevista à TV Gazeta, nesta terça-feira (1), o profissional, que representa as famílias do rapaz e da jovem que estava com ele, detalhou que ambos estavam em um lual, comemorando sozinhos quando foram atacados e roubados. 

"Eles têm um relacionamento há mais de um ano e ele estava para ir embora do Brasil para estudar línguas, fora do Brasil, e ela ainda está estudando no pré-vestibular. Eles foram fazer uma comemoração de despedida deles, porque iam ficar um tempo sem se ver, por isso foram para a praia", explicou Lécio.

Anteriormente, o casal havia confirmado que fizeram uso de drogas com substâncias alucinógenas, do tipo LSD. Até o momento, os autores do crime seguem desconhecidos e a Polícia Civil do Espírito Santo continua investigando o caso. Os detalhes da apuração não foram divulgados.

A pedido das famílias, a identidade dos jovens não foi revelada.

POSICIONAMENTO DO CASAL 

Após o caso ganhar repercussão no último final de semana, o advogado confirmou a veracidade de uma imagem que circula nas redes social, na qual mostra o estudante falando em um grupo sobre o ataque.

O rapaz tinha escrito que era "óbvio" que todas as histórias eram mentira. "O que houve foi uma tentativa de latrocínio. Machucaram a menina que estava comigo e também me feriram muito no rosto e me cortaram o abdômen".

"Nas redes sociais, além de ocorrerem várias histórias e várias especulações, que deixaram todos muito abalados, vazaram áudios, imagens e vídeos desde o momento da cirurgia dele, do atendimento, do tratamento policial. Isso foi muito grave".

LÉCIO MACHADO

Advogado

O jovem que acordou com o corte na barriga precisou passar por uma cirurgia e recebeu atendimento de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele foi levado inicialmente para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória, e depois transferido para um hospital particular.

"Atualmente está no quarto se recuperando muito bem, na medida do possível, porque foram muitos ferimentos, não só na barriga", disse Lécio.

Legenda: O jovem se pronunciou em grupo nas redes sociais, apontando que o caso seria esclarecido por meio de fontes oficiais. - Foto: Reprodução/ TV Gazeta.

EVIDÊNCIAS DO CRIME

Na tarde de ontem (31), o major Lourencini, da Polícia Militar, disse que os policiais encontraram mochila, cacos de vidro e pedaços de órgão no momento em que atenderam à ocorrência.

De acordo com ele, quando a equipe chegou ao local, o rapaz já havia sido socorrido e não estava mais lá. No entanto, em informação apontada no boletim da ocorrência, era possível ver parte do intestino do rapaz. O material foi entregue à Polícia Civil para ser analisado.

"Foram encontrados no local algumas poucas marcas de sangue, uma mochila com os pertences e cacos de vidro, garrafa quebrada no local, alguns pequenos órgãos também espalhados no local ali".

MAJOR LOURENCINI

Polícia Militar

Segundo a Polícia Civil, as famílias dos jovens ainda irão prestar depoimento. Apenas um dos vigilantes do parque, que estava trabalhando no momento, foi ouvido.

O g1 informou também que a jovem que acompanhava o rapaz deve prestar o depoimento ainda esta semana, mas no momento ainda está abalada psicologicamente pelo caso. 

PRAIA SECRETA

A Praia do Ermitão está localizada no final da Praia do Morro, sendo conhecida como uma praia secreta. Para chegar até ela, é preciso passar por meio da entrada e acesso do Parque Morro da Pescaria, que funciona das 7h às 16h, ou pelas pedras na beira do mar.

A PM informou que a entrada do parque fica fechada na madrugada. "Os jovens teriam que ter passado pelas pedras ou pelo meio da mata para acessar a praia do Ermitão, o que para jovens não é tão difícil de se fazer. Às vezes no verão a cidade tem muitas pessoas, é possível que aconteça, apesar de não ser permitido, finalizou o major Lourencini.

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !