Vaqueiro morto num curral em Brejo Santo não tinha passagens pela polícia

0
Manoel Ferreira não respondia procedimentos criminais (Foto: Reprodução)

A vítima estava em um curral quando foi surpreendida pelos disparos no primeiro homicídio deste ano em Brejo Santo.

Exatos dois meses e dez dias após o último homicídio em Brejo Santo, uma pessoa foi assassinada na madrugada desta quinta-feira naquele município. Por volta das 5 horas desta quinta-feira um homem foi executado a tiros no Sítio Cachoeirinha a uma distância média de 10 Km para o centro da cidade. O vaqueiro Manoel Ferreira Martins, de 41 anos, estava num curral tirando leite da vaca quando foi surpreendido pelos disparos de arma de fogo

Ele residia no Sítio Vieira, que fica próximo, e o crime foi praticado por um homem encapuzado que fugiu numa moto pequena. Manoel não respondia procedimentos criminais e o caso está envolto em mistério. Policiais militares da Companhia de Brejo Santo estiveram no local e diligenciaram, mas, até o momento, ninguém foi preso. O corpo do vaqueiro foi recolhido pelo rabecão, a fim de ser necropsiado na Pefoce de Juazeiro.

Este foi o primeiro homicídio de 2022 em Brejo Santo, onde, ano passado, 10 pessoas foram assassinadas ou 66% a mais que as seis do ano anterior. O último homicídio em Brejo tinha ocorrido dia 12 de novembro quando Maria Letícia da Silva, de 20 anos, que residia na Rua Leopoldo Basílio Pinheiro (Bairro Capilé), foi morta a facadas na casa onde trabalhava no bairro Baixio dos Lopes. O crime foi praticado pelo ex-namorado José Leonardo Agostinho de Sousa, de 23 anos, o “Leléu”, que praticou o suicídio.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !