Mãe de bebê Alice reclama de uso indiscriminado de imagem da filha após propaganda de banco

0
Legenda: Criança pronuncia palavras complicadas em ditado em comercial com Fernanda Montenegro - Foto: reprodução/Instagram; reprodução

Morgana Secco, mãe da criança, afirmou que filha tem sido associada a fins políticos e religiosos

Montagem com foto de Alice e Morgana Secco em parque de diversões (à direita) e Alice na propaganda do Itaú (à direita)

Respeito, esperança e humanidade. Essas foram algumas das poucas palavras ditas por Alice, dois anos, em um comercial ao lado da atriz Fernanda Montenegro, 92 anos. Se o vídeo, por um lado, emocionou o público, por outro, fez o rosto da criança ser alvo de memes e afins.

A fotógrafa e influenciadora digital Morgana Secco, mãe da modelo mirim, desabafou, em sequência de vídeos nos Stories do Instagram, sobre a utilização da imagem da filha com outras finalidades. "Faz uns dois ou três dias que estou recebendo muitos memes com o rosto da Alice. A maioria deles são inocentes, são até engraçados, mas alguns deles não são", destacou.

"Queria deixar claro que a gente não deu autorização para nenhum deles e a gente não concorda em associar a imagem da Alice com fins políticos ou religiosos, por exemplo", acrescentou a mãe da criança.

Bebê Alice

Morgana Secco afirmou ainda que não houve autorização do uso ou associação da imagem da filha a outras empresas ou instituições distintas das acordadas em contrato comercial.

Legenda: Mãe da criança pediu bom senso sobre uso de imagem da filha a usuários do Instagram - Foto: reprodução/Instagram

"Então, eu vim aqui pedir a vocês bom senso na hora de postar", rogou a mãe de Alice. "Se estiver em alguma dessas situações que mencionei, por favor não postem. Se verem post com esses tipos de conotação, peçam para a pessoa excluir. Óbvio que eu não consigo pedir para todo mundo excluir, mas se me ajudarem já dá uma mão".

Discurso distorcido

Na tarde desta quinta (6), a mãe de Alice lamentou o sensacionalismo que alguns veículos incutiram em seu apelo sobre o uso da imagem da filha. "Nunca tentei barrar memes, pedi bom senso e para não relacionarem a imagem da Alice cons fins políticos e religiosos, por exemplo".

"O que vejo é que muita gente não sabe que violar direito de imagem é crime. E ser pessoa pública não diminui este direito", frisou, pontuando que o desconhecimento da lei por parte de alguns ocasiona a culpa da vítima pelo delito.

"Triste ver pessoas se juntando para criticar, julgar e destilar ódio por aí contra quem sempre fez tudo com muita responsabilidade, cuidado e amor'. 

Sucesso de marketing

O colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, citou, no dia 29 de dezembro de 2021, estimativa de que a peça publicitária estrelada pela criança e pela atriz renomada já tinha sido vista por 100 milhões de pessoas em meios eletrônicos. Os números teriam proporcionado ao Itaú Unibanco um recorde em termos de marketing.

Fonte: Diário do Nordeste


Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top