FmD4FRX3FmXvDZXvGZT3FRFgNBP1w326w3z1NBMhNV5=

Right

Anuncie Aqui
items

Homem apontado como suspeito de matar escrivão da Polícia Civil em Caucaia passa por audiência de custódia e é liberado

Edson Silva Macedo, de 41 anos, foi morto dentro de uma casa de sua propriedade. — Foto: Reprodução

Juiz alegou 'absoluta ausência de indícios' da participação do homem no crime.

A Justiça mandou soltar nesta segunda-feira (10) um homem que havia sido preso suspeito de matar o escrivão da Polícia Civil Edson da Silva Macedo, 41 anos, assassinado dentro do próprio imóvel no Bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

De acordo com a decisão não foram encontrados indícios suficientes para comprovar a participação dele no crime.

"Hei por bem relaxar a prisão em flagrante de Michael da Costa de Queiroz , posto que ilegal, bem como indeferir o pedido de prisão temporária diante da absoluta ausência de indícios de sua participação do delito objeto dos presentes autos", ponderou o juiz Carlos Eduardo de Oliveira Júnior.

O magistrado determinou ainda que o homem seja submetido a novo exame pericial de corpo de delito por causa de "aparentes lesões corporais verificadas nas costas dele durante a audiência".

  • O crime

Edson foi encontrado sem vida no sábado (8), em uma casa que ele usava para alugar. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), apurações iniciais indicam que o escrivão foi ao imóvel após receber informações que um grupo de suspeitos estava na casa desabitada. Ele trocou tiros com os criminosos e foi atingido.

Michel da Costa, também conhecido por “Maikin”, de 18 anos, tinha sido capturado em casa, na mesma região onde o crime ocorreu. Ele estava na sede da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi autuado em flagrante por homicídio.

Sepultamento

Homicídio foi registrado dentro de uma residência no município de Caucaia, na Grande Fortaleza. — Foto: Darley Melo/SVM

Edson Macedo foi sepultado no Cemitério Parque da Paz na tarde deste domingo (9). Colegas fizeram um cortejo em carros da polícia até o cemitério.

Segundo o comandante da área de policiamento do município, o corpo da vítima foi encontrado na sala, e os disparos atingiram a nuca do policial. Os agentes que atenderam a ocorrência acreditam que a vítima entrou na casa, e os suspeitos vieram pelos fundos da residência, atirando nele. Após o crime, os executores fugiram e estão sendo procurados.

Conforme a Polícia Civil, várias equipes policiais realizam buscas e levantamentos para o total esclarecimento da morte do escrivão. Em nota, a corporação lamentou a morte de Edson, que ingressou na corporação em 2018 e era lotado no 20º Distrito Policial, em Maracanaú.

"A Polícia Civil reconhece os relevantes serviços prestados à sociedade cearense pelo policial civil e lamenta a partida precoce do policial que tanto contribuiu no combate a criminalidade no Ceará", diz um trecho da nota de pesar.

As investigações do caso são conduzidas pela 11ª Delegacia do DHP), unidade responsável por apurar crimes contra profissionais de segurança.

Por g1 CE

0/Post a Comment/Comments

Partner

Anuncie Aqui
73745675015091643

Sports News

Anuncie Aqui

Recent

ESPORTES

[getBlock results="5" label="ESPORTES" type="block1"]