Grávida que se recusou a tomar vacina morre por Covid-19 em Tamboril, interior do Ceará; bebê é salvo

0
Gestante morre de Covid-19 após assinar termo recusando tomar vacina em Tamboril, interior do Ceará. — Foto: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Ela foi transferida para Sobral, mas não resistiu à gravidade da doença. A criança foi salva pelos médicos.

Uma gestante que se recusou a tomar vacina contra Covid-19 faleceu após contrair a doença em Tamboril, na região norte do Ceará. A mulher de 32 anos morreu no último dia 20, sendo o primeiro óbito causado por coronavírus no município em 2022.

O secretário de Saúde do município, Francisco Felix Melo Farias, confirmou que a mulher assinou um termo oficializando a recusa pela vacina, após ser convocada mais de uma vez para receber o imunizante. A prefeitura revelou que o termo foi assinado no dia 5 de janeiro, 15 dias antes do falecimento.

“Nós fazemos busca ativa para tentar captar as pessoas que não querem se vacinar. Isso nos preocupou quando a gente descobriu que ela, mesmo gestante, não queria tomar a vacina. A gente a trouxe até a unidade de saúde e, lá, ela assinou um termo se recusando a tomar a vacina”, contou o secretário.

Ele disse que, por conta da gravidade da infecção, a mulher precisou ser transferida para Sobral, município referência na região norte do estado. “Infelizmente ela contraiu a doença e, chegando no hospital, os médicos desconfiaram que era Covid. Aí, ela foi transferida imediatamente a Sobral, mas ela já chegou grave. Eles conseguiram salvar a criança, que está bem, mas está na incubadora”, comenta o secretário. A criança nasceu entre seis e sete meses de gestação.

A Prefeitura de Tamboril informou, por meio de nota, que a gestante deu entrada no hospital do município na última segunda-feira (17). Após constatar quadro clínico grave, ela foi transferida para Sobral — onde foi confirmado o diagnóstico de Covid-19. Diante das complicações, o parto foi realizado. O bebê foi encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e segue sob cuidados médicos.

Félix informa que o pedido da assinatura é um procedimento que a prefeitura encontrou para registrar a recusa de algumas pessoas. “A quem se nega a se vacinar, nós estamos pedindo um termo [assinado] para ficarmos respaldados também. Porque nós não podemos obrigar. Mas nós temos a preocupação de vacinar o máximo possível”, informou o gestor municipal.

Covid-19 em Tamboril

No último dia 20, um boletim epidemiológico de Tamboril registrou uma morte por Covid-19 no distrito Sede do município — que o secretário confirma ser da gestante. Com isto, a região central da cidade saltou de 37 para 38 óbitos causados pela doença.

Tamboril registrou, até esta segunda-feira (24), 77 mortes por coronavírus, conforme o IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Os óbitos fazem parte das 3.041 confirmações de Covid-19 no município — que tem ainda 101 casos em investigação.

Por Samuel Pinusa, g1 CE

Postar um comentário

0Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !