Moradores de Juazeiro do Norte denunciam mau cheiro nas ruas da cidade

0
Foto: Reprodução/Arquivo

Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro ainda não identificou a origem do cheiro e continua investigando.

Na noite dessa terça-feira, 30, os moradores de Juazeiro do Norte relataram um forte mau cheiro nas ruas da cidade. O odor foi percebido a partir das 21h30min e se estendeu até meia-noite, principalmente na área central do município, entre os bairros do Centro, Salesianos, Socorro e Antônio Vieira. Nas redes sociais, a população repercutiu o assunto e tentou encontrar explicações.

Alguns internautas apontaram que o odor era originado de um matadouro que fica localizado no bairro São José, em frente ao Colégio Raimundo Saraiva. A hipótese foi reforçada por outros moradores que alegaram que o odor se assemelhava bastante com o cheiro de couro queimado.

Felipe Tavares é morador do centro de Juazeiro e foi uma das pessoas que percebeu o mau cheiro, ele conta que, ao perceber o odor, achou que o cheiro estava localizado dentro da sua casa, mas descartou a hipótese logo em seguida. "Era um mau cheiro insuportável que a gente não conseguiu identificar o que era", relatou em entrevista ao jornalista Guilherme Carvalho, na rádio CBN Cariri.

Segundo a Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro (Amaju), a origem do mau cheiro ainda não foi identificada. De acordo com o órgão, além do matadouro existia a possibilidade do odor ter sido originado nas estações de tratamento de esgoto da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) ou até mesmo no leito do Rio Salgado, que corta vários bairros da cidade.

Até o momento, nenhuma das hipóteses foi comprovada. "Nós estivemos na madrugada nesses dois locais e, em termos olfativos, não deu pra identificar de onde era o cheiro. Fomos aos principais pontos da cidade. De qualquer forma, nós não podemos levantar uma hipótese injusta e essa é a informação que nós temos para dar", disse o superintendente da Amaju, Eraldo Oliveira. A autarquia continuará as investigações por meio do setor de monitoramento para tentar encontrar a origem do mau cheiro.

Autor Euziane Bastos/O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

image host

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top