Empresa avança no desmatamento da Chapada do Araripe; Santana do Cariri já perdeu 200 hectares

0
Foto: Reprodução Satélite

Quase 200 hectares dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapada do Araripe, no Ceará, foram desmatados e queimados para serem destinados ao cultivo de milho e soja. Em Exu, Pernambuco, a área desmatada chegou a 300 hectares

O município de Santana do Cariri é o novo alvo de desmatamento por parte da empresa Ovo Novo Express, como afirma um morador do distrito de Dom Leme, que não quis se identificar por medo de represálias. Quase 200 hectares dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapada do Araripe, no Ceará, foram desmatados e queimados para serem destinados ao cultivo de milho e soja. Em Exu, Pernambuco, a área desmatada chegou a 300 hectares.

Em matéria publicada pelo Site Miséria no dia 9 de novembro, relatamos o recebimento de uma denúncia anônima, por parte dos moradores do município de Exu, em que a mesma empresa estaria realizando o desmatamento da Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapada do Araripe, no município de Exu. A autorização foi emitida pela Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (CPRH).

Társio Thiago, professor do Instituto Federal de Ouricuri, contou à nossa equipe de reportagem que o empreendimento foi embargado pela CPRH, mas que só veio parar as obras, no lado de Pernambuco, recentemente. Já no Ceará, segundo moradores, o desmatamento continua e ainda não se sabe se o empreendimento teve autorização dos órgãos responsáveis.

De acordo com o professor Társio Thiago, o desmatamento aconteceu sem preservar o percentual de reserva legal e que o ICMBio de Crato esteve em Santana do Cariri, e confirmou o desmatamento na região.

A equipe de reportagem do Site Miséria, entrou em contato com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), para obter informações sobre o desmatamento, mas a mesma afirmou que as Áreas de Preservação Ambiental são de competência federal. Tentamos contato com o ICMBio, mas não recebemos resposta até o fechamento desta matéria.

Reportagem de Yanne Vieira/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

image host

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top