Defesa de Arnon Bezerra afirma que ex-prefeito de Juazeiro do Norte "provará sua inocência"

0
Arnon Bezerra – Foto: Wikipédia

O ex-prefeito de Juazeiro do Norte é alvo de operação da Polícia Federal (PF). Ele é acusado de ter recebido propina na forma de dinheiro e apartamentos

Um dia após o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB), ser alvo de operação da Polícia Federal (PF) por suposto recebimento de propina na forma de dinheiro e apartamentos, a defesa do político se manifestou sobre o caso na manhã desta quinta-feira, 9. Segundo advogado Waldir Xavier, o ex-prefeito foi surpreendido com o desenrolar da operação e já planeja fazer sua defesa nos autos do processo. 

"Ele está sereno e provará sua inocência e, logicamente, a ausência de qualquer ilicitude ou ilegalidade nos autos na conduta dele como gestor", disse Xavier. O político é alvo da operação Fruto de Espinho 2, que investiga fraude em licitação, lavagem de dinheiro e desvio de dinheiro federal do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) em Juazeiro do Norte, região do Cariri. 

A defesa defende ainda que Bezerra está acompanhando o inquérito e que pretende promover a impugnação da medida, "provando que em sua conduta não há ilicitude". "Ele achou a medida intempestiva e não contemporânea", completa o advogado, crítico à condução das investigações. 

Nesta terça, três mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 16ª Vara da Justiça Federal. Quinze policiais federais se dirigiram a domicílios investigados em Fortaleza/CE e Jati/CE. Houve apreensão de mídias, celulares e documentos.

De acordo com o chefe da Delegacia de Combate ao Crime Organizado da PF no Ceará, o delegado Alan Robson Alexandrino, a PF cumpriu três mandados de busca e apreensão. Ele afirma que os endereços são de "propriedade de um ex-prefeito de Juazeiro do Norte que está sendo investigado por crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro".

A PF já começou a averiguar o material apreendido para apurar as suspeitas de destinação de propina para Arnon. A segunda fase da operação apura ainda indícios de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro na compra de apartamentos no bairro Lagoa Seca, em Juazeiro do Norte.

Autor Filipe Pereira/O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

image host

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top