Quatro homicídios no Cariri e uma morte no trânsito neste fim de semana

0
Alan Mototaxista morreu num acidente, enquanto “Jô” e Felipe foram mortos a tiros em Juazeiro (Foto: Reprodução)

Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, uma morte aconteceu na sexta, outra no sábado e três neste domingo.

Caiu de seis para cinco o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram quatro vítimas de homicídios e uma morte em consequência de acidente de trânsito com três corpos de Juazeiro e outros dois de Farias Brito e Campos Sales. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, uma morte aconteceu na sexta, outra no sábado e três neste domingo.

Por volta das 21h30min de sexta-feira, na Churrascaria Oficina da Carne na Rua Antonio Fernandes de Lima no centro de Farias Brito, foi morto a tiros Elias Lucas dos Santos, de 37 anos. Ele respondia procedimentos por tráfico de drogas, porte de arma de fogo e o acusado do crime é José Ivan Caetano de Oliveira, que fugiu e não foi localizado nas diligências policiais. Foi o primeiro homicídio de novembro em Farias Brito e o sétimo do ano ou 133% a mais que os três registrados ano passado.

Às 16h30min de sábado o mototaxista Alan Alves Ernesto, de 41 anos, que residia na Rua Santo Amâncio (Tiradentes) em Juazeiro, morreu no Hospital Regional do Cariri. Uma hora antes, trafegava na sua moto pela Rua Frei Damião, por trás do Parque de Vaquejadas, quando uma placa soltou do caminhão de trenzinho estacionado atingindo o mesmo. Alan Mototaxista, como era conhecido, ficou desacordado e foi socorrido pelo SAMU, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos

Já ao meio dia deste domingo o agricultor Antonio Carvalho de Castro, de 51 anos, o “Toinzinho” que residia na região dos Inhamuns, foi morto a tiros de pistola calibre 380 na cabeça em Campos Sales. Ele estava no Bar da Solange na Rua Coronel Baleco, perto da Caixa Econômica no centro da cidade, quando foi executado. A vítima não respondia procedimentos criminais e o caso, por enquanto, está envolto em mistério no segundo homicídio de novembro em Campos Sales e nono do ano no município.

Por volta das 22 horas, ainda no domingo, Josiane Lima de Oliveira, a “Jô”, de 28, e Cícero Felipe Silva Alves, de 17 anos, estavam num carro em frente à casa dela na Vila Dom Bosco (Santa Tereza) em Juazeiro quando foram baleados por quatro homens em duas motos. Uma irmã dela saiu atingida no tornozelo e recebeu apenas atendimento ambulatorial. Jô era testemunha de assalto contra a Farmácia Gentil em 2010 no Juazeiro, enquanto Felipe, que residia no bairro Triângulo, estava para ser internado como menor infrator por decisão, em setembro, da Comarca de Juazeiro.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados pelo administrador.

Selecione o modo incorporado para mostrar o sistema de comentários!*

image host

buttons=(Aceitar !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !
To Top