Quatro homicídios e uma morte no trânsito neste fim de semana no Cariri

“Demir” foi morto a tiros em Juazeiro, “Danilo” vítima de lesão seguida de morte em Barbalha, além de Edner e Erisberto assassinados a tiros, respectivamente, em Juazeiro e Campos Sales

Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, três mortes aconteceram no sábado, duas no domingo e outra nesta segunda-feira.

Subiu de três para seis o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram quatro homicídios, um caso de lesão seguida de morte e uma vítima em consequência de acidente de trânsito com dois corpos de Juazeiro e os demais de Barbalha, Campos Sales, Crato e Araripe. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, três mortes aconteceram no sábado, duas no domingo e outra nesta segunda-feira.

Aos 30 minutos da madrugada de sábado o ourives Cícero Aldemir Amorim Macedo, de 45 anos, o “Demir” que residia no bairro Pedrinhas em Juazeiro, foi morto a facadas no Sítio Mucambo (Distrito de Padre Cícero). Ele estava numa bebedeira na casa de parentes da esposa e com seu enteado com o qual discutiu após este espancar um cachorro com a lâmina de uma faca. Claudiano Barbosa da Silva, de 24 anos, o “Gugu”, voltou-se para o padrasto e o mesmo tentou correr, mas não foi longe por conta de defeito na perna, sendo morto na presença da mulher e filho.

Por volta das três horas da madrugada lesão corporal seguida de morte em Barbalha quando Francisco Ribeiro da Silva, de 31 anos, o “Danilo” que residia na Rua do Meio no Parque Bulandeira, morreu ao dar entrada no hospital. Ele estava numa festa perto de casa, houve uma briga e tentou apartar, sendo jogado ao solo batendo a cabeça no meio fio. O mesmo desmaiar e, ao se levantou, foi para casa onde passou mal com quadro de convulsão quando familiares o levaram ao hospital, mas já chegou sem vida.

Já às 20 horas, ainda no sábado, José Edener Silva Aragão, de 42 anos, foi morto a tiros dentro de sua casa na esquina das ruas Senhora Santana e Pio X (Salesianos) por quatro homens em duas motos. Ele respondia vários procedimentos criminais por injúria, ameaça, receptação, contravenção penal, crime ambiental, porte de arma, violência doméstica e tráfico de drogas.

Às 8 horas de domingo o agricultor Erisberto Antonio dos Santos, de 33 anos, foi morto a tiros no Sítio Fazenda Vitória em Campos Sales quando retornava para sua casa no Sítio Caldeirão dos Lourenços no Distrito de Itaguá. Ele era o principal suspeito de ter baleado horas antes Edson Aparecido Carvalho Silva, de 25 anos, residente na Rua Santo Expedito (Distrito de Barão de Aquiraz), o qual segue internado. A tentativa de homicídio aconteceu durante vaquejada no próprio Distrito de Itaguá.

Cerca de 12 horas depois, ainda no domingo, Atilson Sirino dos Santos, que, nesta terça-feira, completaria 21 anos, foi morto com seis tiros na cabeça e tórax no quintal de sua casa na Rua Juvêncio Barreto (Bairro Batateiras) em Crato, onde estava com o acusado. Ele não respondia procedimentos criminais e uma equipe do RAIO apreendeu o menor de iniciais J. A da S., de 15 anos, residente no bairro Vila Alta, que assumiu o crime.

Por volta das 5 horas da madrugada desta segunda-feira houve acidente na CE-292 no Sítio Teixeira em Araripe quando uma moto Honda Bros de cor vermelha foi colhida por caminhão, cujo motorista seguiu adiante na sua viagem. No local, morreu Cícero de Sousa Gomes, de 20 anos, que residia na Avenida Perimetral no centro de Araripe. Já o garupeiro Antonio Hélio de Sousa Mota, de 34, que residia na Rua Campo de Aviação, foi socorrido com suspeita de traumatismo craniano grave. Os dois tinham participado de festa ali mesmo no Sítio Teixeira e foram atropelados ao adentrarem a rodovia.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !