PicPay libera novo valor para clientes; veja como receber

Foto: Ilustrativa

Um dos benefícios disponíveis até o momento é o sistema de cashbacks, ferramenta de devolução de parte do valor gasto em uma compra para o consumidor.

Os novos clientes do Picpay  seguem recebendo benefícios da fintech. Um dos benefícios disponíveis até o momento é o sistema de cashbacks, ferramenta de devolução de parte do valor gasto em uma compra para o consumidor.

O PicPay conta, atualmente, com um cashback de 5% em operações realizadas através da utilização de seu cartão de crédito, desde que sejam efetuadas em e-commerces ou na PicPay Store.

Para os clientes mais antigos do banco, além do cashback ser limitado a 5%, também só é possível adquirir um valor máximo de R$ 50 mensais. No entanto, a fintech anunciou que, tanto a porcentagem quanto o valor máximo serão dobrados para os clientes que obterem o cartão Picpay pela primeira vez a partir de julho. Assim, passam a receber um cashback de 10% e o valor máximo de R$ 100 a cada mês.

Como outros bancos digitais do país, o PicPay não cobra taxa de anuidade no cartão de crédito e fornece a possibilidade de utilizar um cartão digital, com os mesmos benefícios de cashback que o cartão físico.

O PicPay chega aos 50 milhões de usuários dos serviços. O fundador do banco falou dos planos para chegar aos celulares de todos os brasileiros.

Lançada no fim de 2012, a carteira digital que surgiu como uma forma de facilitar os pagamentos entre amigos só começou a ganhar tração três anos depois.

“A gente pensou que o negócio iria explodir, mas o foguete caiu para o lado”, disse Chamon, que recordou os primeiros e difíceis tempos do aplicativo durante uma entrevista por videoconferência ao Seu Dinheiro.

O avanço também é notável se considerarmos que a empresa encerrou o ano passado com 38,8 milhões de usuários cadastrados. Ou seja, mantido o ritmo dos três primeiros meses, o app pode se aproximar do patamar de 80 milhões de pessoas no fim de 2021.

Chamon compara o crescimento a uma longa estrada, na qual cada marca, incluindo a dos 50 milhões de usuários, funciona como uma placa de quilometragem. E qual seria o destino dessa rodovia?

“Nosso objetivo é impactar a vida de todos os brasileiros, ou pelo menos todos que sejam capazes de baixar o aplicativo.”

O fundador do PicPay não fala de projeções nem de prazos, mas falou de um número que classificou como um “sonho”: chegar ao patamar dos 120 milhões de usuários.

O PicPay também deu um passo importante para ampliar as transações fora do aplicativo com o lançamento de um cartão de crédito que chegou a 5 milhões de unidades emitidas.

Outra grande aposta da fintech é no comércio eletrônico. O app conta com uma loja virtual aberta para qualquer parceiro se conectar. É como uma plataforma aberta, aliás, que o PicPay espera ser visto.

Ainda que concorra com os bancos nos serviços financeiros, a empresa quer ser vista também como um “marketplace” financeiro, no qual as instituições possam se plugar para ofertar seus produtos.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !