Operação Públio Vatínio: veja servidores e vereadores afastados

Operação Públio Vatínio (Foto: Guto Vital /Agência Miséria)

A partir da análise de dados executados pela inspetoria da Delegacia de Combate à Corrupção - DECOR (Sul), foi possível identificar as organizações criminosas que atuam na Região do Cariri e Centro-Sul

De acordo com documentos do Poder Judiciário do Estado do Ceará, obtidos pela reportagem do Site Miséria, o Ministério Público (MP) deu parecer favorável ao afastamento de vereadores e servidores do Cariri envolvidos em crimes como exploração do jogo do bicho, onde também foram descobertos crimes como desvios de verbas públicas, corrupção ativa e passiva, fraudes à licitação e falsidade ideológica.

No documento é explicitado que a Operação Publio Vatínio, teve desdobramento da “Operação Etros” iniciada em 2017 com o objetivo de identificar uma organização criminosa de exploração de jogos de azar, on-line, intitulada “BetsNordeste”. A partir da análise de dados executados pela inspetoria da Delegacia de Combate à Corrupção – DECOR (Sul), foi possível identificar as organizações criminosas que atuam na Região do Cariri e Centro-Sul.

De acordo com o documento de investigação, foram descobertas 7 bancas de apostas, sendo 5 delas com sede no município de Juazeiro do Norte, 1 em Barbalha e a última no município de Várzea Alegre.

No documento, o Poder Judiciário do Estado do Ceará, através da Vara de Delitos de Organizações Criminosas decidiu por suspensão imediata, com prazo de 180 dias, do exercício da função pública os seguintes agentes:

  • Capitão Vieira, vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte;
  • Darlan Lobo, vereador e presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte,
  • Beto Primo, vereador da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte,
  • Ednaldo Lopes de Arruda, agente da Autarquia Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran)
  • Alberto Pontes Farias, servidor administrativo da Secretaria de Infraestrutura de Juazeiro do Norte,
  • Antônio Carlos Gomes Ferreira, servidor da Universidade Regional do Cariri (URCA), cedido ao TRE/CE

Reportagem de Yanne Vieira/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !