Lésbica é agredida e tem joelho quebrado ao tentar usar banheiro feminino em bar no Ceará

Milene Pereira Sousa foi agredida por entrar em banheiro feminino com 'roupas masculinas' — Foto: Arquivo pessoal

'Fiz de tudo pra me defender'. Milene Pereira de Sousa, de 24 anos, ficou com vários hematomas pelo corpo após agressão.

Uma mulher de 24 anos, foi agredida e teve o joelho quebrado ao tentar usar o banheiro feminino de um bar no município de Tauá, a 337 km de Fortaleza, na segunda-feira (22). Milene Pereira de Sousa teve o joelho quebrado com o espancamento e ficou com vários hematomas pelo corpo.

De acordo com Milene Pereira, ela estava com a companheira no restaurante e se dirigia ao banheiro quando foi impedida pelo homem que a agrediu. A agressão foi filmada por pessoas próximas.

"Eu estava na seresta com minha companheira e tentei ir ao banheiro. Quando cheguei para entrar, ele já estava perto da porta e me empurrou. Pegou minha camisa e disse que lá eu não entrava. Eu então decidi sair do lugar, mas ele me perseguiu", afirmou.

Milena Pereira relatou que tentou sair do local, mas o homem não parava de agredi-la. Ela lembra quando foi jogada para cima de um carro.

"Fiz de tudo para me defender. Se ficasse parada, ele tentaria me matar. Me jogou para cima do carro, senti uma pancada forte e Caí no chão e minha companheira tentou me defender, mas não conseguia. Aí tentei me levantar e percebi algo no joelho e cai de novo e veio mais agressão", conta.

Após as agressões, Milena foi levada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tauá. Ela sofreu ferimentos no joelho e em outras partes do corpo. "Ele quebrou meu joelho. Estou com corpo todo machucado. Fui ao médico, e eles disseram que se o osso não voltar ao local, terei que passar por uma cirurgia."

https://f5cariri.tumblr.com/post/668748048452747264/l%C3%A9sbica-%C3%A9-agredida-e-tem-joelho-quebrado-ao-tentar

Inquérito instaurado

A Polícia Civil informou que um inquérito policial foi instaurado na Delegacia Regional de Tauá para investigar uma denúncia de lesão corporal e LGBTfobia. A polícia confirmou que o crime ocorreu em um estabelecimento comercial e que as investigações estão em andamento.

O g1 apurou que o suspeito pelas agressões foi identificado e que será ouvido nesta quarta-feira (24).

Por g1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !