Jovem morto a tiros esta madrugada em Crato não tinha passagens pela polícia

Lucas morava no Sítio Umburanas no Distrito de Ponta da Serra (Foto: Redes Sociais)

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro na cidade. O caso está envolto em mistério.

Exatamente um mês depois e um novo homicídio foi registrado em Crato. Por volta das três horas da madrugada desta sexta-feira (12) o corpo de um homem foi encontrado na estrada vicinal de acesso ao Sítio Palmeirinha dos Vilar (Distrito de Ponta da Serra) na zona rural de Crato. O mesmo apresentava marcas de perfurações à bala e, momentos depois, terminou identificado como sendo o autônomo José Lucas do Nascimento Nunes, de 24 anos, que residia no Sítio Umburanas daquele distrito. Ele não respondia procedimentos criminais e o caso está envolto em mistério.

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro em Crato e o 41º do ano ou 76% em relação aos 54 assassinatos registrados no decorrer do ano passado no município. O último deste ano tinha acontecido na noite do dia 12 de outubro quando o capoteiro Manoel Rodrigues da Silva Neto, de 44 anos, o “Neto do Alto da Penha”, foi morto a tiros perto do Bar do Maradona na Rua Padre Henrile no centro de Crato. Ele residia na Rua Dom Melo (Bairro Pinto Madeira) e respondia por crime de violência doméstica.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !