Escola Sesi Senai em Juazeiro do Norte ganha novo projeto pedagógico

A unidade ganha novo projeto pedagógico, que inclui a robótica e o empreendedorismo como disciplinas complementares(foto: Reprodução/Sesi)

Unidade passará a contar com um novo espaço estrutural e com material didático próprio, tornando-se a primeira do Estado a receber o Projeto Escola Sesi Referência no Ceará. Ideia é que aluno assuma papel de protagonista dentro da sala de aula

Com a chegada do Projeto Escola Sesi Referência no Ceará, a unidade do Sesi Senai em Juazeiro do Norte ganha uma nova estrutura voltada para o ensino fundamental e para o novo ensino médio. A partir do próximo ano, a unidade passará a contar com um novo espaço estrutural e com material didático próprio, tornando-se a primeira do Estado a receber o projeto.

A diretora da Escola Sesi Senai de Juazeiro do Norte, Sonia Soares, explicou em entrevista à rádio CBN Cariri nesta quinta-feira, 11, que a Escola Sesi Senai de Referência é um projeto com ensino pedagógico voltado para questões tecnológicas, inovadoras e criativas. "Nosso ensino tem esses três princípios, onde estamos ofertando desde o fundamental I, que é a partir do primeiro ano, até o novo ensino médio, que está dentro da proposta do Ministério da Educação", pontua.

A partir do próximo ano, as salas de aulas da unidade de Juazeiro do Norte já passam a ser salas temáticas, em estilo de laboratórios, onde o professor vai encontrar toda uma estrutura de tecnologia, computadores, data shows, laptops e televisão para trabalho de pesquisa, ensino e aprendizado voltado para uso de tecnologias. 

"Dentro dessas salas de aulas também há estruturas didáticas e pedagógicas para que o aluno, a partir do próximo ano, assuma o papel de protagonista dentro da sala de aula, não sendo mais aquele aluno que está para receber o conteúdo do professor, mas ele passa a ser corresponsável no aprender e no ensinar", explica a diretora.

A unidade passa a ofertar, a partir do próximo ano, o ensino fundamental I, do primeiro ao quinto ano, com turnos pela manhã; o fundamental II, do sexto ao nono ano, pela manhã e tarde; e o ensino médio, com turmas pela manhã e pela tarde também. Para o último, serão 80 bolsas de estudo, com foco nos dependentes de trabalhadores da indústria. 

"A matrícula no Sesi possui três fases: a primeira é uma inscrição, a segunda é uma aplicação de prova para avaliar o nível de competências e habilidades, e a terceira é a finalização da matrícula com entrega dos documentos do aluno [...] Quem trabalhar em indústria e tiver filho, sobrinho, enteado ou neto que vai ingressar no ensino médio, temos 80 bolsas de estudo", esclarece Sonia.

A bolsa de estudos serve para os três anos, e se a bolsa foi garantida no primeiro ano do ensino médio, o aluno pode concluir as próximas duas séries com a bolsa. Ainda, a unidade também traz outros projetos pedagógicos, como a robótica e o empreendedorismo como disciplinas complementares.

"O empreendedorismo é muito importante para desenvolver ideias, trabalhar com recursos e saber administrar dinheiro", completa a diretora. As matrículas já estão abertas e se encerram em janeiro, podendo ser feitas tanto pelo site da Escola do Sesi, como presencialmente.

Autor Marília Serpa/O Povo online

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !