Ceará reduz em 18,8% número de homicídios na comparação com 2020

Ceará reduz em 18,8% número de homicídios na comparação com 2020, segundo dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social  - (PM intensifica ações de segurança em Juazeiro do Norte/Foto: PMCE)

Até 10 de novembro último, 2.822 assassinatos foram registrados no Estado, contra 3.478 do mesmo período do ano passado. Secretário Sandro Caron atribuiu queda à ação das forças de segurança

Neste ano, até 10 de novembro último, mais recente atualização disponível, 2.822 assassinatos foram registrados no Estado. É uma redução de 18,8% na comparação com o mesmo período de 2020, quando foram registrados 3.478 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), índice que inclui homicídios dolosos, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de mortes. Os dados são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O secretário de Segurança Pública Sandro Caron concedeu entrevista na manhã desta terça-feira, 16, ao apresentador Farias Júnior, da rádio CBN Cariri, ocasião em que comentou o número. Conforme Caron, a queda se deve ao trabalho dos órgãos de segurança. Ele citou que, em sua gestão, houve uma aproximação das inteligências da SSPDS e das polícias Civil e Militar.

“Hoje, as principais ações, operações e prisões realizadas pelas duas polícias no Estado têm um apoio da área de inteligência e isso vem aumentando a nossa efetividade”, disse o secretário. Na entrevista, Caron também destacou o aumento no investimento nas Indenizações de Reforço ao Serviço Operacional (Irsos), gratificação paga a PMs para que reforcem, em horário de folga, o patrulhamento ostensivo. Também houve aumento nas horas extras da Polícia Civil.

Caron ainda afirmou que o número de prisões efetuadas pelas forças de segurança do Estado aumentou em 30% na comparação com o mesmo período do ano passado. Outro resultado de impacto do trabalho das forças de segurança, disse o secretário, foi a prisão de todos os integrantes do “primeiro escalão” das duas maiores facções que atuam no Estado: Comando Vermelho e Guardiões do Estado.

Além de atividades de inteligência e investigação, o secretário Sandro Caron afirmou que o combate às facções criminosas deve ser pautado no combate o narcotráfico (“principal fonte de recursos financeiros dessas quadrilhas”) e na asfixia financeira desses grupos criminosos, sequestrando judicialmente o patrimônio das facções. “Você tem que trabalhar tudo isso simultaneamente para que tenha resultados mais efetivos”.

Os dados da SSPDS ainda mostram que a maior redução no número de homicídios, entre as quatro regiões em que o Estado é dividido, ocorreu em Fortaleza, onde houve redução de 27% nas estatísticas até outubro. Foram 746 CVLIs neste ano, contra os 1.023 registrados em 2020. Na Região Metropolitana de Fortaleza, a queda foi de 26% e, no Interior Sul, o decréscimo foi de 14%. Caron também destacou os resultados de Juazeiro do Norte (Cariri), onde os números de CVLIs tiveram uma redução de 39%. “É talvez a maior redução que nós temos até o momento quando se fala de uma cidade individualmente”.

Após dois meses de aumento, o Estado voltou a registrar em outubro queda no número mensal de CVLIs. A retração foi de 7,5%, saindo de 322 casos em 2020 para 298 neste ano. Apesar disso, outubro último foi o terceiro mês mais violento do Estado no ano, atrás apenas de janeiro e setembro.

A Área Integrada de Segurança (AIS) 3, onde fica a região da Grande Messejana, foi, pelo terceiro mês seguido, a região mais violenta da Capital em outubro, com 21 assassinatos. Em todo o ano, 123 pessoas já foram mortas na AIS 3, recorde na capital. Caucaia também voltou a registrar aumento no número de homicídios em outubro, com 29 assassinatos. E, no Interior, a AIS 14 —onde ficam municípios como Sobral, Camocim e Granja — teve o mês mais violento do ano, com 38 CVLIs registrados.

Autor Lucas Barbosa/O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !