Três acusados de roubos e furtos em Juazeiro foram parar na delegacia

Garota de 14 anos foi assaltada na Avenida Aracaju perto do cruzamento com a Avenida Ailton Gomes em Juazeiro (Foto: Reprodução)

Duas residências foram visitadas por ladrões em Juazeiro do Norte e vários móveis e objetos foram levados.

Três pessoas suspeitas de envolvimento em roubos e furtos em Juazeiro foram levadas à Delegacia Regional de Polícia Civil. Por volta das 20h30min desta quinta-feira uma garota de 14 anos teve sua bolsa roubada na Avenida Aracaju, perto do cruzamento com a Avenida Ailton Gomes no bairro Pirajá. Ela foi abordada por um homem numa bicicleta o qual, na fuga, bateu num carro.

Mesmo tendo caído no solo e saído lesionado, Francisco P. Lima, de 26 anos, residente no bairro João Cabral, se levantou e saiu correndo. Entretanto, terminou perseguido e detido por populares ao notarem que tinha adentrando um pequeno estabelecimento comercial situado já na Rua Belo Horizonte quando trancou a grade. A polícia esteve no local e o conduziu à delegacia.

Cerca de três horas antes equipe do RAIO estava na Rua Domingos Rodrigues Barbosa (Jardim Gonzaga) quando os policiais viram um carro preto semelhante ao veículo usado por assaltantes na noite anterior. Os ocupantes demonstraram inquietude ante a aproximação dos PMs quando encontraram na cintura do motorista Cícero E. S. Ferreira, de 19 anos, o “Banguelo”, uma pistola calibre 765 na cintura com 10 munições intactas. Ele foi levado à DRPC e dois menores ouvidos apenas como testemunha.

No dia anterior, uma patrulha do Policiamento Ostensivo Geral (POG) conduziu até à DRPC Cícera M. Silva, residente no bairro do Horto. Ela é a suspeita do furto de R$ 1,5 mil praticado semana passada na residência de um casal de aposentados na Rua Santa Cecília no bairro Salesianos). Como não houve o flagrante o delegado plantonista fez apenas um Boletim de Ocorrência.

FURTOS – Em contrapartida mais duas residências foram visitadas por ladrões em Juazeiro. Na Rua Francisco Monteiro (Triângulo) um homem de 30 anos chegou em casa e notou a falta de uma TV, estante, receptor, bicicleta, geladeira, jogo de cadeiras e vários outros móveis. Já uma garota de 26 anos chegou na sua casa em construção na Avenida Fortaleza (Romeirão) e notou arrombamento no telhado e a falta de duas desempenadeiras, duas espátulas e um martelo.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !