Solto em Juazeiro acusado de atropelar e matar criança de 10 anos em Assaré

Edgar mal conseguia falar com os PMs e disse na delegacia que tinha sido vítima de espancamento por populares, enquanto uma das vítimas David morreu no HRC em Juazeiro no ia seguinte (Foto: Reprodução)

Aconteceu na manhã desta sexta-feira a Audiência de Custódia relacionada com a prisão de Edgar Araújo Ferreira, de 38 anos, residente no Distrito de Santa Fé em Crato. Ele é acusado de ter atropelado duas crianças quando dirigia o seu veículo Gol de cor vermelha, por volta das 22h30min do último domingo, pela CE-176 no município de Assaré. David Alessandro Ricarte Nunes, de 10 anos, morreu no dia seguinte no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro e José Gleidson Silva de Sousa, de 12 anos, sofreu fratura no fêmur e segue internado no Hospital São Raimundo de Crato.

A audiência aconteceu na Vara Única da Comarca de Assaré, sendo presidida pelo juiz Antonio Vandemberg Francelino Freitas e nas presenças do Promotor de Justiça, David Morais da Costa, e os advogados de defesa do réu Leopoldo Martins e Antônio Campos. Estes disseram não estarem presentes condições e requisitos para decretar a prisão preventiva do acusado e a versão que dirigia sob efeitos de álcool será esclarecida por ocasião do contraditório e ampla defesa na fase de instrução do processo.

Agora há pouco, mais precisamente às 12h38min desta sexta-feira, foi publicado o seguinte no site do Tribunal de Justiça do Ceará: “Compulsando os autos, considero que são relevantes os argumentos opostos pelo órgão de execução ministerial, especialmente quanto à gravidade concreta dos fatos e das consequências advindas dos fatos noticiados, todavia, no presente momento processual, entendo que não estão presentes os requisitos para prisão preventiva, considerando a primariedade”

Com isso, Edgar Araújo recebe o alvará de soltura estabelecendo algumas medidas restritivas, tais como: suspensão do direito de dirigir, comparecimento periódico em Juízo por doze meses, proibição de frequentar bares, recolhimento domiciliar no período noturno e usar tornozeleira eletrônica. David Alessandro foi sepultado no Cemitério de Assaré no dia consagrado às crianças

Após o acidente, Edgar abandonou o carro, mas não conseguiu ir muito longe devido as condições em que se encontrava. Ele terminou detido por populares na Serra do Pilar e entregue à uma patrulha da PM, dizendo que tinha sido agredido pelas pessoas. Reveja o vídeo divulgado amplamente nas redes sociais o qual mostra o estado no qual se encontrava o motorista.

https://f5cariri.tumblr.com/post/664858019463577600/veja-a-embriaguez-do-motorista-que-atropelou

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !