Quatro presos por furtos e roubos em Juazeiro, Penaforte e Porteiras

“Pequeno” foi preso em Penaforte após o furto de um botijão de gás da Secretaria de Assistência Social (Foto: Reprodução)

Além dos crimes registrados em estabelecimentos comerciais da região furtos também foram praticados em duas residências em Juazeiro do Norte.

O plantão policial das últimas horas registrou as prisões de quatro pessoas acusadas de furtos e roubos em estabelecimentos comerciais em Juazeiro e Porteiras e num prédio público em Penaforte. Nesta última cidade, a polícia prendeu Thiago Pereira Lima, o “Pequeno”, que completou 18 anos quinta-feira e mora no centro. Ele furtou um botijão de gás e outros objetos da Secretaria de Assistência Social de Penaforte junto com um menor quando arrombaram o prédio.

Em Juazeiro, policiais militares estiveram numa loja na Rua São Pedro no centro da cidade na qual funcionários detiveram Manoel A. F. Ferreira, de 22 anos. Ele usou um alicate para quebrar o fio do teclado de computador, mouse e fone de ouvido, colocou numa sacola e foi detido na saída. Já numa sucataria na Rua José Pereira da Silva (Antônio Vieira) a polícia prendeu um jovem de 21 anos, residente na Vila Três Marias, o qual estava furtando algumas peças de veículos, sendo contido por funcionários.

Quase no mesmo horário, porém em Porteiras, um ladrão roubou um litro de aguardente de um bar na Rua José Rodrigues da Silva (Bairro Entre Rios) e ainda lesionou com um golpe de faca na mão esquerda o comerciante Elonir Antonio da Costa, de 50 anos. A polícia foi acionada e prendeu Lilianderson da Silva, de 23 anos apelidado por “Chico”, residente na Rua Vereador Basílio Vidal da Luz naquele bairro, o qual já responde por violência doméstica, lesão corporal e ameaça.

MAIS FURTOS – Em contrapartida, furtos foram praticados em duas residências no Juazeiro. Na Rua João Maciel (Triangulo) um homem denunciou o seu próprio irmão João Paulo, de 22 anos, sem residência fixa, de ter arrombado sua casa de onde furtou um violão e uma caixa de som. Já na Rua Amadeu Cordeiro, no mesmo bairro, uma mulher de 49 anos notou o portão de sua casa arrombado e, depois, sentiu a falta de uma banheira e uma cadeirinha de alimentação para criança.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !