Comerciante grávida morta a tiros no Cariri e esposo saiu baleado em Mauriti

Debora Íris foi morta dentro do bar em Mauriti (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Ela estava grávida de cinco meses e morreu dentro do bar, do qual era dona, ao ser atingida com dois tiros por dois homens que fugiram em uma moto.

Uma mulher morreu e o seu companheiro saiu baleado no interior do bar a eles pertencente que funciona na Rua Projetada 02 (Bairro Bela Vista) em Mauriti. Os crimes aconteceram por volta das 21 horas desta quinta-feira, sendo praticados por dois homens que fugiram numa moto. A comerciante Debora Íris Fernandes da Silva, de 27 anos, nasceu em Juazeiro e ali trabalhava e residia. Ela estava grávida de cinco meses e morreu dentro do estabelecimento ao ser atingida com dois tiros.

Já o seu esposo João Vitor Higino Ferreira de Menezes, de 22 anos, saiu correndo e, mesmo assim, terminou baleado e socorrido ao Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro. Segundo a polícia, ele era usuário de drogas e respondia procedimento por furto. Além disso, praticou crime de violência doméstica, em outubro de 2017, e foi vítima de roubo em abril de 2019 que teve como indiciado Augusto Barros da Silva.

Foi o primeiro homicídio de outubro em Mauriti e o terceiro do ano no município ou 33% em relação aos nove assassinatos registrados ano passado. Em relação à mulheres foi a segunda morta este ano em Mauriti e a 12ª no Cariri. A outra deste ano em Mauriti tinha sido morta por estrangulamento dia 8 de setembro no caso Ana Charlone de Lima Oliveira, de 30 anos, que residia na Rua Glicério Leite no bairro Serrinha. O acusado do crime é seu companheiro Francisco Alexandre do Nascimento, de 31 anos, que fugiu.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !