Camelô condenado em Juazeiro por tentar matar sua mulher a facadas

Julgamento aconteceu no Fórum Juvêncio Santana em Juazeiro (Foto: Reprodução)

O crime aconteceu há mais de dois anos. Ele também feriu um dos filhos que tentou defender a mãe.

O camelô Cícero Gonçalves da Silva foi condenado a 13 anos e nove meses de prisão em regime inicialmente fechado pelo Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da 1ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro. No dia 15 de setembro de 2019 ele desferiu golpes de facas contra a sua companheira após chegar em casa às 05h30min quando passou a discutir com a mulher.

Em seguida, a então esposa se dirigiu ao quarto de um dos quatro filhos, frutos do matrimônio, ocasião em que ele entrou no cômodo armado com uma “peixeira” e desfechou dois golpes nas costas da vítima. Ela caiu por cima do filho que também foi golpeado pela arma branca ao tentar defender a mãe.

“Os traumas psicológicos impostos aos familiares são indissociáveis da ação do réu, que protagonizou minutos infinitos de terror e infligiu sofrimento íntimo e de repercussões inerentes ao ato”, afirmou o juiz titular da 1ª Vara Criminal de Juazeiro, Gustavo Henrique Cardoso Cavalcante, que presidiu a sessão.

Segundo a denúncia, mesmo atingida, a vítima ainda tentou desarmar o marido, ocasião em que sofreu o terceiro golpe. Após isso, os filhos mais novos entraram no quarto e conseguiram desarmar o genitor, que correu até a cozinha e se armou com outras duas facas. Nesse momento, a vítima conseguiu sair de casa e buscou socorro na residência de um dos filhos que morava próximo à casa dela.

O réu conseguiu fugir do local do crime, mas foi preso no final da tarde daquele dia e confessou a prática do delito. Cícero Gonçalves foi denunciado pelo Ministério Público por tentativa de feminicídio contra a companheira e tentativa de homicídio contra o filho. No julgamento, que durou cerca de sete horas, o corpo de jurados o absolveu do crime contra o filho e o condenou pela tentativa de feminicídio não podendo apelar em liberdade.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !