Câmaras do Crajubar e Assembleia Legislativa discutem “abusos” da Enel

Foto: Governo do Ceará

Reclamações de “abusos” em cobranças, têm levado vereadores de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e a Assembleia Legislativa, cobrarem explicações da Enel Brasil.

As constantes reclamações na prestação dos serviços e possíveis abusos em cobranças têm levado vereadores de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, cobrarem explicações da Enel Brasil, responsável pela distribuição de energia no Ceará. Na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Rafael Branco (MDB), aprovou requerimento para realização de uma Audiência Pública a fim de debater os problemas e cobrar explicação da concessionária.

No requerimento, Rafael retrata as relações citadas nas câmaras do Crajubar nos últimos meses. Valores cobrados indevidamente, leituras irreais, abuso na cobrança, demora nas ligações, cortes indevidos, desobediência a legislação e ineficiência no atendimento, são alguns problemas relacionados.

Rafael destaca o aumento nas reclamações e denúncias de abusos cometidos pela empresa, sob o pretexto de estarmos com bandeira “vermelha”, estipulada pelo operador nacional do sistema. Segundo o deputado, muitas denúncias apresentam argumentos onde caem por terra as cobranças adotadas pela empresa e, por isso, a necessidade do debate.

Na Câmara de Juazeiro do Norte, a vereadora Jaqueline Gouveia (Republicanos) enviou requerimento a própria Enel solicitando explicações sobre os constantes cortes de energia no município. Pessoas com o pagamento em dia, estariam sofrendo cortes, além de outras com apenas uma conta atrasada.

Jaqueline cobra explicações sobre as constantes quedas de energia que têm causado prejuízos materiais a bares e restaurantes na Lagoa Seca, região que concentra os empreendimentos. Outro questionamento da vereadora é a demora para novas ligações. Ela citou o novo Mercadinho São Luiz, que ainda não inaugurou por falta de energia no prédio.

No Crato, os vereadores Lurdes de Carlim (PT), Tancredo (PT), Alex Saraiva (PSB) e Gabriel Figueiredo (Pros), em sessões distintas, solicitaram explicações sobre substituição de transformadores na zona rural, ineficiências nos serviços prestados e celeridade na instalação de iluminação pública dos conjuntos do Programa Verde a Amarelo, recém inaugurados; além das Areninhas inauguradas pelo Governo do Estado.

As mesmas cobranças foram feitas em Barbalha, pelo vereador Rildo Teles (PSDB). O requerimento do vereador cobra da Arce (Agência Reguladora do Estado do Ceará), pedindo providencias para os problemas com atendimento ao público e abusos nos valores cobrados. Rildo quer explicações sobre a cobrança por estimativa na zona rural. O vereador enviou as denúncias ao Ministério Público do Estado. Rildo solicitou, ainda, uma audiência pública na Câmara.

Segundo informações dos próprios vereadores nenhuma das solicitações requeridas, inclusive, com pedido de recebimento dos parlamentares foi, sequer, respondida pela empresa.

O deputado Rafael Branco disse que, antes de encaminhar sua solicitação conversou com vários vereadores, lideranças comunitárias e populares. O requerimento está tramitando nas comissões da Assembleia e deve ser devolvido à Mesa Diretora nos próximos dias. Rafael quer garantir a participação da população na audiência.

(Reportagem de Madson Vagner/Jornal do Cariri)

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !