Prefeito eleito de Missão Velha, Dr. Lorim, toma posse na próxima sexta-feira

Missão Velha, Ce, BR 01.08.21- Na foto: Dr. Lorim, prefeito eleito do Município de Missão Velha (foto: FABIO LIMA)

Vencedor do pleito suplementar no último dia 1°, com apoio do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o novo gestor ficará à frente do Executivo municipal entre 2021 e 2024

O prefeito eleito de Missão Velha, Dr. Lorim (PDT), tomará posse na próxima sexta-feira, 13 de agosto, juntamente com seu vice, Rodrigues Roberto (PDT). Eleita em pleito suplementar no último dia 1°, com apoio do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), a chapa dos novos gestores ficará à frente do Executivo municipal entre 2021 e 2024.

De acordo com o gestor eleito, a programação terá início às 6 horas da manhã, com alvorada festiva, seguida de uma missa na Igreja matriz. A diplomação dos eleitos foi confirmada ao O POVO pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) e, segundo Lorim, deve ter início a partir das 10 horas no Fórum municipal de Missão Velha. O ato de posse está marcado para o mesmo dia, à tarde, na Câmara Municipal.

Segundo Lorim, os eventos devem contar com restrição de pessoas, atendendo às recomendações sanitárias de prevenção a Covid-19. “Nosso desejo era que pudéssemos estar todos juntos, abraçados e compartilhando essa grande alegria presencialmente, mas a pandemia não nos permite. Contaremos com um evento mais reservado e com um número de pessoas reduzido”, escreveu, nas redes sociais, o prefeito eleito.

Vencedor das eleições suplementares, Dr. Lorim afirmou que sua gestão pretende acabar com a divisão política no município e priorizar o desenvolvimento do sistema de saúde. No domingo, 1º de agosto, o pedetista teve 52,84% dos votos válidos, vencendo Fitinha, do PT. A eleição foi determinada pela Justiça Eleitoral após o diploma do então prefeito Dr. Washington (MDB), eleito em 2020, ser indeferido por decisão judicial.

O pleito foi marcado pelo acirramento político, principalmente após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT) declararem apoio aos candidatos de seus respectivos partidos, em uma ação clara de antecipação do cenário eleitoral de 2022, onde os aliados históricos devem estar entre os nomes que disputarão a presidência da República.

Apesar do clima de tensão as eleições não tiveram registro de apreensões e foram consideradas calmas pelo comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar de Juazeiro do Norte, coronel Patrício Lima de Santana. Durante entrevista à Rádio CBN Cariri, o policial militar destacou que o clima no dia da eleição foi bastante pacífico.

Reportagem de Vítor Magalhães/O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !