Menor morto a tiros na cabeça em Crato após ser atraído para o “cheiro do queijo”

O estudante David Gabriel estava em casa e foi atraído até o local onde terminou assassinado (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Segundo familiares, o rapaz já estava deitado no quarto de sua casa quando recebeu uma ligação telefônica e foi até o local aonde terminou assassinado.

Oito dias depois e um novo homicídio foi registrado em Crato se constituindo no segundo do mês de agosto e o 35º do ano ou 64,8% em relação aos 54 assassinatos registrados no decorrer do ano passado no município. Por volta das 20h30min deste domingo o estudante David Gabriel Silva Sousa, de 16 anos, que residia na Rua Padre Limeira (Bairro Muriti) em Crato, foi executado a tiros na cabeça.

O crime aconteceu perto da Praça Monsenhor Montenegro que fica na Rua Balduino Bezerra do Conjunto Minha Casa Minha Vida do bairro Barro Branco. Segundo familiares, o rapaz já estava deitado no quarto de sua casa quando recebeu uma ligação telefônica. Imediatamente, apanhou a moto do pai e foi até o local aonde terminou assassinado por motivos e pessoas desconhecidos. A Polícia Civil recolheu o aparelho celular da vítima para promover averiguações.

O outro homicídio deste mês em Crato tinha acontecido na madrugada do dia 21 de agosto quando o coveiro Paulo André de Matos, de 31 anos, que residia na Rua Bruno de Menezes (Pinto Madeira) em Crato, morreu no Hospital São Camilo momentos após ser esfaqueado no Conjunto Filemon Limaverde do Minha Casa Minha Vida no bairro Barro Branco. Ele respondia por ameaça, violência doméstica, assalto, porte de arma, lesão corporal e o assassinato de Israel Ribeiro dos Santos, de 21, o “Buiu”, em 2009.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !