Homem com carro clonado em Salitre tinha mandado de prisão em aberto

“Seu Antonio” tinha contra si um mandado de prisão em aberto e estava com um carro clonado (Foto: Reprodução)

Os policiais se depararam com o carro e, nas averiguações, descobriram que o chassi da placa consultada destoava da numeração encontrada no veículo.

A averiguação de denúncias anônimas sobre um carro com placas clonadas levou militares do Destacamento de Salitre a descobrirem, também, que o condutor tinha contra si um mandado judicial de prisão em aberto. Foi por volta das 13 horas desta segunda-feira quando uma patrulha da PM com o Sargento Gomes e os Soldados Lopes e Adson esteve no Sítio Lagoa dos Paulinos na zona rural do município, onde estava um veículo Ecosport de cor prata, que seria clonado.

No local apontado, os policiais se depararam com o carro de placas PNS-4398 e, nas averiguações, descobriram que o chassi da placa consultada destoava da numeração encontrada no veículo. Diante dos fatos, os militares conduziram o automóvel e o proprietário Antonio Lourenço Bispo, de 59 anos, ali residente, para a Delegacia de Polícia Civil de Campos Sales, onde o veículo ficou apreendido.

Além disso, foi constatado um Mandado de Prisão Preventiva em aberto contra “Seu Antonio” – como é conhecido -, oriundo da Comarca de Araripe por crime de lesão corporal grave. Inclusive, no dia 20 de outubro de 2015 o irmão dele no caso Pedro Lourenço Bispo, então com 31 anos, foi raptado da casa de um amigo no Sítio Coqueiro e encontrado morto três horas depois na Serra do Pajeú em Araripe. O sequestro e o homicídio foram praticados por três homens num veículo Honda de cor preta e placas MZI-6155, inscrição do Rio Grande do Norte, que era clonada.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !