Ex-companheiro que matou vendedora em ótica em Milagres vai ser ouvido em audiência nesta terça

Cícera Samires dos Santos Souza trabalhava como vendedora em uma ótica quando foi atacada pelo namorado, no Centro de Milagres — Foto: Arquivo pessoal

O feminicídio ocorreu em novembro do ano passado. Conforme a Polícia Militar, a vítima estava no trabalho, uma ótica, quando Hélio Adelino da Silva chegou e atirou contra ela.

O acusado de matar a própria mulher, a vendedora Cícera Samires, dentro de uma ótica no Centro de Milagres, no interior do estado, vai passar pela primeira audiência de instrução - primeira fase do julgamento - na manhã desta terça-feira (10), diretamente do presídio onde está preso, em Juazeiro do Norte, de forma on-line. Além dele, também serão ouvidos os policiais que atenderam a ocorrência e a vítima que sobreviveu aos disparos, amiga de Cícera.

O feminicídio ocorreu na manhã do dia 10 de novembro do ano passado. Conforme a Polícia Militar do Ceará (PMCE), a vítima estava no trabalho, uma ótica no Centro de Milagres, quando Hélio Adelino da Silva chegou ao local em um carro, entrou na ótica e atirou contra ela. Cícera Samires ficou caída na parte interna da loja e uma ambulância do Samu foi acionada para socorrê-la. A mulher chegou a ser levada para uma unidade hospitalar, porém, não resistiu aos ferimentos.

Nove meses após o crime, Adelino segue preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Ele foi detido dois dias após o crime.

A amiga de Cícera, que também será ouvida na audiência, era também alvo do criminoso, que chegou a tentar matá-la, mas não conseguiu. Hélio Adelino está preso na cadeira pública de Juazeiro do Norte.

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !