Ceará confirma 62 pacientes infectados com variante delta do coronavírus no estado

Ceará tem 62 pacientes infectados com variante delta do coronavírus. — Foto: Getty Images via BBC

Governador e secretário da Saúde atualizaram a quantidade de casos no estado nesta sexta-feira (20).

O Ceará tem 62 casos confirmados de pacientes infectados com a variante delta do coronavírus. A atualização do número de casos foi feita em live nesta sexta-feira (20) pelo governador Camilo Santana junto com o novo secretário da Saúde, Marcos Gadelha, em que eles anunciaram as novas medidas do decreto estadual de combate à Covid-19.

"Em uma reunião com a equipe técnica, todos manifestaram preocupação com esse aumento progressivo dos casos de variante delta. A gente está em uma situação confortável, no entanto, de alerta", revelou o secretário.

Ainda não foram repassados detalhes sobre os municípios onde os pacientes infectados residem e se a transmissão foi comunitária. Até a última quarta-feira (18), a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) havia confirmado 43 casos de pacientes com coronavírus que estão com a variante delta (B.1.617), de origem indiana.

Além disso, a pasta também confirmou a presença do primeiro caso da variante alfa, de origem britânica; é a primeira vez desde o início da pandemia que esta cepa foi identificada no estado. No vídeo abaixo a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, comentou sobre os 43 casos.

"A gente não pode relaxar, não pode deixar de ter cuidado com as medidas e protocolos sanitários, com higienização das mãos, distanciamento social, uso da máscara e cuidado com as pessoas que têm perfil de risco para a doença", complementou Marcos Gadelha.

Os primeiros casos de infecção pela variante delta no Ceará foram confirmados pela Sesa no dia 29 de julho. Os quatro exames foram realizados no Centro de Testagem de Viajantes do aeroporto da capital cearense.

Uma semana depois, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), deixou de avançar na flexibilização das atividades econômicas por causa do avanço da delta. Naquele dia, 6 de agosto, ele confirmou a detecção de 15 casos da delta, mas ainda não havia sido confirmada a transmissão comunitária.

No dia 11 de agosto, a Secretaria da Saúde confirmou a primeira transmissão comunitária da variante em um profissional da saúde do município de Icó, no interior do Ceará. Com a nova publicação da Secretaria, agora são três casos.

Por G1 CE

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !