Casos de violência contra a mulher em Araripe, Juazeiro, Caririaçu, Mauriti e Várzea Alegre

Eduardo foi preso em Araripe após invadir a casa de sua ex-mulher (Foto: Divulgação)

Foram registrados dois casos em Juazeiro do Norte e os demais em Araripe, Caririaçu, Mauriti e Várzea Alegre.

Num curto intervalo de três dias, entre sexta-feira e domingo, seis casos de violência contra a mulher foram registrados no Cariri, sendo dois em Juazeiro e os demais em Araripe, Caririaçu, Mauriti e Várzea Alegre. Por volta das duas horas da madrugada de sábado uma patrulha da PM do Destacamento de Araripe, sob o comando do Sargento R. Costa, esteve no Sítio Lagoa da Mata na zona rural de Araripe, onde prendeu Francisco Eduardo de Souza Mendes, de 24 anos.

Ele mora na Rua Campo de Aviação em Araripe e foi preso em flagrante no sofá da casa de sua ex-esposa Dulcilene Gomes de Sousa, de 37 anos, quando descumpria medida judicial protetiva. A polícia soube ainda que, uma semana antes, ele tinha arrombado a porta da casa da ex-mulher e fugiu com a chegada de uma viatura da PM. Eduardo foi autuado em flagrante pelo delegado plantonista em Crato, Tenório de Brito, submetido a exame cautelar na Pefoce do Cariri e recambiado à cadeia de Juazeiro.

Antes, na sexta-feira, uma patrulha do Policiamento Ostensivo Geral (POG) esteve na Travessa Moisés Fernandes (Timbaúbas) em Juazeiro, onde uma garota de 24 anos foi agredida por seu companheiro. Antonio S. Alves, de 23 anos, ainda foi levado à delegacia, mas a jovem não quis representar contra ele. Na manhã de sábado outra patrulha do POG esteve na Rua Otilio Gomes (Bairro Leandro Bezerra), onde João A. Pereira Silva teria agredido sua filha e a esposa, sendo levado à 20ª DRPC.

Na Delegacia de Juazeiro ele contou que estava revoltado pelo fato da filha ter passado a noite usando drogas com três homens. Ao reclamar, ela partiu para cima dele que tratou de se defender. Nisso, o delegado fez BO contra a garota por injúria. Já na manhã de domingo, porém num terreno baldio da Rua Luís Rolim em Caririaçu, uma mulher foi encontrada apresentando marcas de espancamento e terminou socorrida pelo SAMU ao Hospital Geraldo Lacerda Botelho daquela cidade.

Uma patrulha da PM ali esteve para se inteirar sobre o caso, onde Cícera Maria Martins dos Santos, de 50 anos, residente no bairro Paraíso, estava com várias lesões pelo corpo, fratura na mandíbula, do antebraço e suspeita de traumatismo craniano. Ela apontou com o autor Cristiano dos Santos Silva, de 31 anos, o “Cabeça “, morador do mesmo bairro, que terminou localizado e preso. Segundo a mulher, ela a obrigou ainda a ingerir bebidas alcoólicas e fumar maconha.

Na tarde de domingo, o SAMU de Mauriti socorreu Angelina Rita dos Santos, de 52 anos, ao hospital local. Ela mora no Conjunto Manoel Martins em Mauriti, onde foi agredida por seu companheiro o ajudante de pedreiro Fernando dos Santos Silva, de 49 anos. O mesmo chegou em casa embriagado e foi ao encontro da mulher na cozinha quando empurrou a cabeça dela contra a parede várias vezes causando ferimentos. Fernando terminou conduzido à Delegacia Regional de Polícia Civil de Brejo Santo.

No começo da noite outra mulher esteve na unidade policial de Várzea Alegre informando que o seu ex-companheiro foi ao encontro dela no Ponto das Antenas que funciona na Avenida Vicente Alves Costa no bairro Alto da Prefeitura. Ele não teria gostado de vê-la bebendo com amigas e disse que tinha ido buscar o seu filho quando surgiu uma discussão entre os dois. O mesmo passou a ameaçar a ex-mulher dizendo que tinha um facão no carro e terminou preso com a arma branca.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !