Quase 3 mil armas de fogo foram apreendidas no primeiro semestre de 2021 no Ceará

Ceará tirou de circulação milhares de armas nos seis primeiros meses de 2021. — Foto: SSPDS/Reprodução

Os números foram divulgados pela Secretaria da Segurança nesta sexta-feira, Dia Mundial pelo Desarmamento, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Um total de 2.999 armas de fogo foram apreendidas no primeiro semestre de 2021, no Ceará. Os números foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) nesta sexta-feira (9), Dia Mundial pelo Desarmamento, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU). A data simboliza a preocupação em relação ao tema, visando à redução de mortes e da violência em geral.

No Ceará, o número de armas apreendidas pelas Forças de Segurança supera o número do primeiro semestre do ano passado, quando foram apreendidas 2.856 — são 5% de acréscimo se comparados os dois períodos.

O ano passado fechou com 6.117 armas retiradas de circulação e um aumento de 11,6% em comparação a 2019, quando 5.479 armas, entre revólveres, pistolas, espingardas, fuzis, rifles e outros tipos de armamentos, foram apreendidas. Neste ano, foram 499 armas apreendidas por mês.

“É muito uso de inteligência para aumentar a efetividade das ações da Polícia Civil e da Polícia Militar. É o uso também de ferramentas tecnológicas recentemente lançadas, como o Agilis e o Status, além de ferramentas que também já estavam à disposição como o Spia (Sistema Policial Indicativo de Abordagem)”, comentou o secretário da SSPDS, Sandro Caron.

“Tudo isso dentro de uma estratégia de integração entre as Polícias. Saliento também que o Estado tem uma média de três mil capturas por mês, seja pela Polícia Militar ou pela Polícia Civil, por envolvimento com o crime”, ressaltou o secretário.

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !