Irmãos presos ao esfaquearem desafeto num bar e virem ao HRC “terminar o serviço”

Luciano e o seu irmão Renato foram presos no HRC onde tentariam “terminar o serviço” (Reprodução/redes sociais)

No momento em que os policiais deixavam o HRC tomaram conhecimento que dois dos acusados estavam próximos à porta de emergência do hospital e efetuaram a prisão.

Uma tentativa de homicídio à faca foi registrada na noite desta sexta-feira na zona rural de Caririaçu e dois acusados terminaram presos por policiais militares e autuados em flagrante na Delegacia de Juazeiro. Por volta das 22 horas deu entrada no Hospital Geraldo Lacerda Botelho de Caririaçu o agricultor Francinaldo Fernandes Batista, de 47 anos, residente no Sítio Piripiri, onde foi lesionado a golpes de faca nas costas e no abdômen. Ele não tem passagens pela polícia.

Uma patrulha da PM com os Sargentos Sá e Dantas e o Cabo Ramon esteve no hospital e soube que a vítima bebia no Esquina Bar quando passou a discutir com três irmãos. Em meio ao conflito, um deles sacou uma faca e desfechou um golpe profundo seguido de outros. Também souberam que Francinaldo necessitava ser transferido ao Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro para ser submetido a uma cirurgia, mas os profissionais de saúde só o fariam com escolta de uma viatura da PM o que foi feito.

No momento em que os policiais deixavam o HRC tomaram conhecimento que dois dos acusados estavam próximos à porta de emergência do hospital em Juazeiro e os PMs deram meia volta. Luciano Moreira Neves, de 31, e o seu irmão Renato Moreira Araújo, de 28 anos, residentes no Sítio Piripiri, ainda resistiram à prisão, mas foram contidos pelos policiais e conduzidos à 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro.

Luciano é acusado de matar a tiros Gesiel Araújo Oliveira, de 20 anos, que residia no Sítio Piripiri. O crime aconteceu no dia 13 de outubro de 2013 naquela localidade e o Inquérito indiciou ainda Maria da Conceição Moreira Neves – mãe de Luciano – e Maurício de Oliveira Alves. Já Renato, em maio de 2018, tentou matar Osvaldo Silva Araújo em cujo Inquérito sua mãe também é indiciada. Além disso, responde por assalto em Caririaçu, violência doméstica em Barbalha e porte de arma em Crato.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !